Sobrevivente Designado ganhou uma versão coreana que estreia a 1 de julho na Netflix Portugal. Na série, emitida originalmente pela tvN, Park Mu Jin (Ji Jin Hee), o Ministro do Ambiente, torna-se presidente após um ataque terrorista que destrói a Assembleia Nacional e mata os principais políticos, reunidos para assistir a um discurso do líder da nação.

A partir daí, o inusitado protagonista tem 60 dias para tentar deslindar a verdade acerca do atentado e proteger não só o país como a sua família e os que lhe são mais próximos. No elenco estão vários nomes conhecidos do panorama coreano, tais como Chong-ok Bae, Jae-Sung Choi e Yoon-young ChoiSobrevivente Designado: Coreia tem uma primeira temporada com 16 episódios, que serão emitidos no país de origem às segundas e terças-feiras e depois disponibilizados semanalmente pela Netflix.

A estreia na plataforma de streaming vai acontecer em simultâneo com a primeira emissão da série na Coreia do Sul, juntando-se a outros cinco originais que a empresa está a lançar, por esta altura, para o mercado coreano. “A Netflix começou a adicionar títulos coreanos há três anos e vimos como isso atraiu novas audiências, que estão a descobrir a Netflix através da visualização de K-drama“, afirmou Kim Minyoung, diretor de conteúdo coreano da marca.

A aposta num drama político é explicada pelo grande interesse pelo tema no país. “É mais divertido aprender sobre política através das séries e fica-se plenamente satisfeito. Contudo, a chave para o sucesso é garantido que os elementos da série não são demasiado simples, mas ao mesmo tempo também não demasiado complexos e difíceis de entender“, explica uma fonte ligada à empresa de streaming.