Marvel LGBT
Fotografia: Screen Geek

Marvel promete “heróis LGBT muito mais proeminentes” no futuro

Kevin Feige, executivo da Marvel, garante que o universo cinemático dos estúdios vai ter heróis LGBT muito mais relevantes, depois de a breve aparição de Joe Russo como personagem gay em Vingadores: Endgame ter motivado desapontamento.

A curta participação do também realizador soube a pouco aos fãs da franquia, que depois de todo o hype em torno de uma personagem LGBT contavam com mais do que com um homem sem nome que mencionou de forma breve que iria ter um encontro com outro anónimo.

Feige explica que nunca houve intenção de dar muita atenção a esta personagem, cuja aparição é apenas casual, “uma questão de facto, uma questão de vida e uma questão de verdade“. E continua: “Eu gostei que o nosso herói, Steve Rogers, não tenha tido qualquer reação a esse facto. (…) [O cameo de Joe Russo] nunca foi pensado para ser o nosso primeiro herói LGBT. Mas é a nossa primeira referência ao tema e é natural que receba muita atenção“.

No entanto, em entrevista ao site io9 garante que “vem aí muito mais heróis LGBT proeminentes no futuro“. Em resposta aos pedidos dos fãs, o elenco, executivos e argumentistas têm sido unânimes em concordar que a Marvel tem de fazer mais pela representação da comunidade.

Tessa Thompson Valkyerie
Fotografia: Divulgação

Em abril, Tessa Thompson, que interpreta Valkyerie nos filmes de Thor, revelou que a personagem é bissexual. “No canon [os livros de BD], ela é bissexual. Tu vê-la com homens e mulheres, por isso quando eu estava a representá-la, foi com essa intenção“, explicou.

A atriz, contudo, ressalva que é natural que neste tipo de histórias não sobressaia a vida romântica das personagens. “Eles têm grandes desafios, como salvar o mundo, então é natural que isso fique um pouco para depois“.

Victoria Alonso, lésbica e executiva na Marvel, falou à Variety sobre o que o franchise tem de fazer para melhorar a representação de várias comunidades. “Eu acho que não temos representado a comunidade latina, em geral. É algo que temos de fazer melhor. Eu sou latina e posso garantir-te que espero que isso aconteça”, sublinha Alonso.

A comunidade gay também não foi representada. Eu sou lésbica, então também gostaria que isso acontecesse. Mas nós só fazemos dois ou três filmes por ano, então é difícil chegar a todos os casos – mas é definitivamente uma das coisas que temos em mente“, resume a executiva.

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
007 O novo filme de James Bond já tem trailer
‘007: Sem Tempo Para Morrer’ sofre novo adiamento