O músico dos Radiohead, Thom Yorke, está pronto para se lançar numa nova aventura. Depois de editar a banda-sonora de Suspiria, ANIMA é o seu novo trabalho. O quarto disco a solo de Yorke sai a 27 de junho e com ele traz outra surpresa: uma curta-metragem realizada por Paul Thomas Anderson.

Thom Yorke não para. Ora com os Radiohead ora com Anderson, novos projetos saem todos os anos. Apesar do disco ficar apenas disponível em formato digital, a 19 de julho sai a edição em CD e vinil. O alinhamento do álbum conta com nove músicas. Também a curta estará na Netflix no dia de lançamento do álbum, sendo que nela estão presentes três temas de ANIMA. Será essencialmente uma peça visual que joga com a questão da ansiedade, distopia e a crise social que se vive no momento em todo o mundo.

Além disso, também vai haver uma versão inédita (com dois LPs laranja) de ANIMA e um livro com a artwork de Stanley Donwood e letras de Yorke.

Em julho, Yorke vai ter a sua estreia a solo em Portugal. Tem presença marcada no NOS Alive, no palco Sagres, a 13 de julho.