A popular trilogia Hunger Games vai voltar, desta vez com um livro em formato prequela, anuncia o New York Times esta segunda-feira (17).

A série de livros tem lugar numa distópica América do futuro, chamada Panem, na qual 24 jovens – dois de cada um dos doze distritos que formam esta nação – devem competir numa competição televisiva e mortal chamada Hunger Games.

O regresso a este universo tem data marcada para 19 de maio de 2020 e o novo livro não tem ainda título. Suzanne Collins, a autora, anunciou à Associated Press que quer explorar, no livro, “a natureza do que somos e o que entendemos ser necessário para sobrevivermos“. Os eventos da nova obra acontecem 64 anos antes de conhecermos Katniss Everdeen.

O período de reconstrução, 10 anos depois da guerra, usualmente conhecido como os Dias Negros – época em que Panem lutava para se reerguer – dá um terreno fértil para personagens que lidam com estas questões e, dessa forma, definirem as suas visões da humanidade“, explica a autora.

Joe Drake, presidente da Lionsgate, estúdio responsável pelos filmes anteriores, já admitiu ter interesse em adaptar o novo livro para uma versão cinematográfica e afirmou que os responsáveis da empresa irão falar com a autora durante o processo de escrita do livro.

A coleção, que gerou uma saga cinematográfica de quatro filmes e uma febre distópica em Hollywood, das quais serão os melhores exemplos a falhada saga Divergente e a moderadamente bem-sucedida Maze Runner, não tem no entanto ainda confirmado um regresso ao grande ecrã, avança a Vanity Fair.

Lê também: Realizador de Hunger Games quer novo filme