Após o enorme sucesso de The Shining (1980), uma das obras cinematográficas mais aclamadas de Stanley Kubrick, as expectativas são elevadas para a sequela que se avizinha: Doutor Sono. O primeiro trailer do filme deixa transparecer um novo imaginário que tem tudo para agradar aos fãs deste clássico de terror – paralelismos com o enredo original, não excluindo, no entanto, uma inovadora e arrepiante abordagem.

Baseado no romance de 2013 por Stephen King, Doctor Sono narra a história de Danny Torrance, interpretado por Ewan McGregor, já em idade adulta, 40 anos depois dos acontecimentos do primeiro filme.

Este tenta lidar com os traumas perpetuados pelos acontecimentos do Hotel Overlook, cedendo a uma vida dominada pelo alcoolismo. Quando tenta retornar à sobriedade, as suas capacidades de shining regressam e Danny conhece, finalmente, alguém que partilha o seu dom: Abra (Kyliegh Curran), uma adolescente que procura a sua ajuda.

The Shining vs. Doutor Sono

A reminiscência de acontecimentos emblemáticos de The Shining é inevitável. O trailer apresenta alusões à inscrição REDRUM, ao quarto 237, às gémeas fantasma e ao elevador sangrento, na perspetiva do pequeno Danny, interpretado anteriormente por Danny Lloyd. McGregor espreita, também, pelo buraco infligido por Jack Torrance (Jack Nicholson) à machadada, numa das cenas mais icónicas do filme (“Here’s Johnny!”).

Apesar das semelhanças, Mike Flanagan irá assumir a realização da sequela, ao invés de Kubrick. Flanagan não é, decerto, um estranho à área do terror, tendo realizado outros projetos do género, como Oculus (2013), Hush (2016), The Haunting of Hill House (2018) e Gerald’s Game (2017), filme inspirado na obra de King.

Jack Nicholson em ‘The Shining’ vs. Ewan McGregor em ‘Doutor Sono’. Fonte: Getty Images / Warner Bros. Pictures

Esta não é a única mudança que se pode esperar em relação a The Shining. Stephen King sempre foi bastante frontal quanto à sua antipatia pela adaptação de Stanley Kubrick. De facto, o realizador acabou por alterar bastante o romance ao transpô-lo para o grande ecrã.

Ewan McGregor garantiu, em entrevista à USA Today, que “o novo guião é fiel ao romance, exceto num pormenor. Mas não vou revelar nada”. O ator expressou, de igual modo, o seu envolvimento e paixão pela história:

“Ando a ler o livro de Stephen King todos os dias e estou a gostar muito. Há partes que o Stephen escreveu que eu até penso ‘Oh, isto não está certo. Acho que isto não é bem o Danny’. Agora até acho que conheço a personagem melhor que o Stephen King”, afirmou.

Doutor Sono chega às salas de cinema portuguesas a 14 de novembro, poucos meses depois da estreia de It: Capítulo Dois, comprovando, uma vez mais, a intemporalidade do espólio literário de King.