No Facebook, os Radiohead revelaram que foram alvo de um ataque de um hacker. O pirata informático exigiu um resgate por 18 horas de inéditos das sessões do álbum OK Computer, contidas em MiniDiscs pertencentes ao arquivo pessoal do vocalista Thom Yorke. A banda trocou-lhe as voltas, disponibilizando o material na plataforma Bandcamp para uma causa solidária.

De acordo com o comunicado, as gravações caseiras vão estar online durante os próximos 18 dias. Os fãs que queiram ficar com os ficheiros podem adquiri-los por 18 libras (cerca de 20 euros).

Vê também: OK Computer ouvido por quem não conhece Radiohead

As receitas destas vendas reverterão para o movimento Extinction Rebellion, que combate, de forma não violenta, as alterações climáticas e promove a conservação do meio ambiente. Segundo a própria banda, esta medida servirá como possível resposta ao pirata informático que exigiu 150 mil dólares aos Radiohead para reaver o material roubado.

Os Radiohead e a Internet

Não é a primeira vez que a banda britânica tem problemas com hackers. Em 2003, o disco Hail to The Thief é disponibilizado, por inteiro, cerca de 10 semanas antes do seu lançamento. Apesar do percalço, o sexto disco dos Radiohead entrou diretamente no primeiro lugar na tabela de vendas no Reino Unido.

Na altura de edição de In Rainbows, o grupo de Thom Yorke inovou: propôs aos seus fãs da banda que pagassem o valor que quisessem pelo download legal do trabalho discográfico. O álbum teve depois direito a um lançamento em CD e vinil.