Trinta marcas nacionais vão reunir-se se num showcase, durante a Semana de Moda Masculina, em Paris, num espaço de diálogo sobre moda, design, cultura e criatividade, servindo como ponto de encontro de marcas de vestuário, acessórios, lifestyle e moda de autor.

O Showcase ModaPortugal, promovido pelo CENIT – Centro de Inteligência Têxtil e pela ANIVEC- Associação Nacional das Indústrias e Vestuário e Confeção, vai decorrer nos dias 18, 19 e 20 de junho, em Marais, o famoso bairro parisiense, entre as 10h00 e as 20h00.

modalisboa

Vão estar presentes também várias associações do setor, como a APICCAPS (Associação Portuguesa Industrial do Calçado,Componentes e Artigos em Pele Sucedâneos) e AORP (Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal).

O principal objetivo é captar novos mercados e novos consumidores.

A iniciativa realizou-se pela primeira vez em 2017, e desta vez servirá para apresentar ao público as propostas para a estação primavera/verão 2020 de designers, marcas industriais, calçado e joalharia portugueses.

A exposição das peças tem a curadoria de Eduarda Abbondanza, diretora da ModaLisboa.

No evento vão participar marcas de vestuário como a Baccus, Frenken, Impetus, Inimigo, Maria by Fifty e Unilopes.  De acessórios e ‘lifestyle’ a Aalmavina, a Branco_Chá, Rita GT, Thomas Mendonça, Vandoma e Westmister. As Portuguesas, a Undandy e a Wolf and Son vão estar presentes a representar o calçado.

A moda de autor estará representada por criadores como Constança Entrudo, David Catalán, Hugo Costa, Inês Torcato, Kolovrat e Luís Carvalho.

No primeiro dia de evento, esta experiência de contacto com o design recebe um cocktail com live music de Fred.

LÊ TAMBÉM: CATIOLA: “OS NOSSOS PRODUTOS SÃO PENSADOS PARA PESSOAS FELIZES”

Segundo dados da organização do Showcase Moda Portugal, o setor do vestuário em Portugal representa 3,1 mil milhões de euros por ano de exportações e emprega cerca de 90 mil pessoas. Em conjunto, o vestuário, o calçado e a ourivesaria/joalharia são responsáveis por 5,1 mil milhões de euros de exportações e por mais de 140 mil trabalhadores no nosso país.

A iniciativa é co-financiada pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização do Portugal 2020.