Charles Dance, conhecido por Tywin Lannister em Game of Thrones, comentou o final da série. Num segmento do programa Good Morning Britain, o ator juntou-se à controvérsia e disse que o final não foi o que esperava.

Charles Dance participou em quatro temporadas de Game of Thrones no papel de pai de Cersei, Jaime e Tyrion. Quando questionado sobre o final, o ator focou-se em cada personagem. “Fiquei confuso, cheguei ao fim e pensei, ‘Hmmm, okay….’ Ali está a pequena Arya, está a fugir num cruzeiro para qualquer lado. Pobre Jon, a voltar para o norte, para trás da Muralha. E depois está o Tyrion. E todas as pessoas que sobreviveram estão a dizer ‘O que sabemos? Devíamos tomar um chá?’ E eu pensei “Ahh, não sei.”

No entanto, Dance não foi o único a “reclamar” da série. Conleth Hill, o ator que interpretou Varys, também já se tinha manifestado. Hill referiu, há algumas semanas, que ficou frustrado com as duas últimas temporadas de Game of Thrones. Em entrevista à Entertainment Weekly, o ator também se mostrou triste com o destino que a sua personagem teve. “Tive pena de não ter uma cena final com Littlefinger. Tive pena de não ter qualquer reação à sua morte, se ele era o meu némesis.”

Hill também acrescentou que sentiu que a sua personagem “(…) se tornou mais periférica …)” e que, embora entenda, “(…) isso foi um pouco frustrante.” Contudo, o ator não tira mérito a Game of Thrones: “Como um todo tem sido irresistivelmente positivo e brilhante…”

Desde o final de Game of Thrones que memes, comentários e publicações sobre o assunto se multiplicam nas redes sociais. Charles Dance e Conleth Hill juntaram-se, assim, aos inúmeros fãs que manifestaram o seu desagrado com a forma como se despediu uma das séries mais populares de sempre.