O calor, as multidões, as filas para a comida, a quantidade impressionante de stands e os limites da carteira… A Feira do Livro de Lisboa é um evento anual imperdível da capital, mas não sem as suas dificuldades logísticas.

O Espalha-Factos traz-te cinco recomendações para aproveitares ao máximo a 89.ª edição, que começa já no dia 29 de maio, próxima quarta-feira, e continua até 16 de junho.

Evita dias muito quentes ou chuvosos

A Feira do Livro de Lisboa é ao ar livre. Por isso, quando o calor apertar, vais acabar por passar muito tempo ao sol, o que pode não tornar a experiência agradável quando se está a subir e a descer o Parque Eduardo VII carregado de livros. Se possível, tenta evitar dias muito quentes e, se não poderes evitá-los, vai preparado com garrafa de água, chapéu ou boné, e evita as horas de maior calor (do meio-dia às quatro da tarde). Apesar de mais rara nesta altura do ano, a chuva também pode atrapalhar. Um chapéu-de-chuva ajuda, mas neste caso o mais eficaz é adiar a visita até parar de chover.

A preparação é essencial

Algumas semanas antes, as editoras que estarão presentes começam a lançar informações sobre autores que estarão presentes na Feira do Livro e sobre os seus Livros do Dia – os livros que cada banca (editora) tem com desconto especial sobre preço de feira em cada um dos dias. O truque é simples: vai preparado! Se escolheres primeiro o dia, podes ir à página da Feira do Livro de Lisboa e ver que livros estarão em promoção nesse dia. Se preferes ir num dia em que um autor favorito esteja presente, podes consultar essa informação nas páginas das editoras e preparares-te para o resto a partir daí. Assim, poupas dinheiro e tempo indo diretamente às bancas que tenham livros que te interessam.

feira do livro lisboa

Foto: Unsplash

Traça uma rota

A Feira do Livro de Lisboa disponibiliza um mapa no seu site que podes descarregar para o teu telemóvel. Normalmente também costuma haver um físico no local, gratuito. O truque é estabelecer uma estratégia – começa num ponto óbvio, não saltes corredores, não troques de lados a meio. Traça uma rota, dependendo de quantas bancas queres visitar (ver todas ou ir apenas àquelas que conheces), e segue-a, de forma a não te perderes com tantos livros e bancas.

Evita horas mais movimentadas

Para muita gente, as únicas opções são visitar a Feira do Livro aos sábados, domingos, feriados ou noites. Se tens a hipótese de evitar esses dias, fá-lo. As melhores alturas para visitar a feira são antes das 18h aos dias de semana, excetuando a sexta-feira. Se não podes evitar os dias mencionados, o final do dia aos domingos e o final da tarde de quinta ou sexta tendem a ser mais calmos que qualquer hora de um sábado. Assim, podes comer com mais calma, até talvez sentado, e aproveitar para ver os livros sem uma multidão à tua frente.

Leva os teus próprios sacos

Um truque essencial para quem planeia comprar bastantes livros: sacos de plástico não só estão “fora de moda” – cuidar do nosso Planeta deve estar sempre em primeiro lugar -, como também rasgam com o peso de livros. Além disso, magoam as mãos (ou os braços) quando se tem de carregar mais de dois, especialmente quando com peso. Uma boa ideia, mais sustentável e prática, é levar tote bags (sacolas de pano com uma alça mais comprida que um saco, dando para pôr ao ombro) dentro da tua mala ou mochila e, quando de repente te vires aflito, podes usá-los para melhor distribuir o peso.

feira do livro lisboa

Foto: divulgação

A Feira do Livro de Lisboa é um ótimo programa para receber o Verão em Lisboa. Aproveita as promoções, os eventos, passeia pela cidade, come uma fartura e diverte-te num dos eventos mais emblemáticos da capital. Arranca já na próxima quarta-feira e podes conhecer toda a programação aqui.

LÊ TAMBÉM: GAME OF THRONES: E NO FIM, CONSEGUIU DAENERYS ‘QUEBRAR A RODA’?