A Grande Final do Festival Eurovisão da Canção chega este sábado (16) e já sabemos que quatro horas de emissão é muito tempo. Por isso mesmo, e porque sabemos que é essencial ter tempo para fazer uma pausa para esticar as pernas, damos-te um guia de tudo aquilo que deves ver e o que podes optar por ignorar.

O que ver

Madonna na Eurovisão

Madonna vem à Eurovisão para apresentar um novo single, chamado Future, e também para uma versão muito especial e emotiva de Like a Prayer. Ter um ícone desta dimensão no Festival não acontece todos os anos e, por isso mesmo, recomendamos que não saias da frente do ecrã.

eurovisão

Super medley eurovisivo

Eleni Foureira, Verka Serduchka, Mans Zelmerlow e Conchita Wurst reúnem-se para cantar as músicas uns dos outros e, num ano em que a star quality eurovisiva parece estar em mínimos, apostar em glórias passadas é fazer uma escolha segura.

O Duncan dos Países Baixos

Sabias que Holanda é só uma região dos Países Baixos, apesar de em português ser frequente que confundamos os dois? Pois, e é mesmo dos Países Baixos que vem a canção favorita deste ano. A atuação é simples e discreta, mas não te vais perdoar se não estiveres de olhos postos na final durante o momento em que o potencial vencedor do evento atuar.

A Austrália nas alturas

Se gostas de produções complicadas, a canção da Austrália é para ti. Kate Miller-Heidke e as backing vocals andam a planar sobre o planeta naquele que é um dos stagings mais complexos deste ano. Para quem gosta de coisas simples, não é recomendável. Mas a Eurovisão faz-se exatamente de momentos televisivos como este.

O regresso da Suíça ao campeonato dos grandes

Luca Hänni trouxe a Suíça de novo para a Grande Final e os helvéticos podem mesmo sonhar com um lugar no pódio. Apelidada de Despafuego, por misturar tons latinos, como o sucesso Despacito, com a atuação de Fuego, segunda classificada na Eurovisão 2018, reúne a magia dos LEDs, carisma aos quilos e pirotecnia qb.

Ignorar a todo o custo

San Marino na final

Por razões várias e ainda desconhecidas, Say Na Na Na chegou à final da Eurovisão. A amostra da semifinal deixa-nos motivos para muita preocupação: Serhat esteve durante mais de um minuto fora de tom e até fora de tempo. Pela saúde auditiva de todos, aproveitem o momento para ir buscar pipocas ou passar na varanda a apanhar ar.

Nevena Božović tem voz, mas é só

A canção chama-se Kruna e é mais uma balada que a Sérvia envia para cumprir calendário. Nevena canta muito bem, mas o tema é um dos mais desinteressantes a concurso. Previsível como qualquer episódio de uma novela mexicana, é drama balcânico que não traz novidade nenhuma à Eurovisão.

Todos os momentos pseudohumorísticos dos apresentadores

Quando um apresentador da Eurovisão começar a falar, podes aproveitar para comentar a atuação anterior, a roupa dos concorrentes ou mesmo o estado do tempo. O guião é a definição de cringe e, em casos de improviso, a vergonha alheia não reduz.