A conferência de imprensa de Chingiz, o representante do Azerbaijão no Festival Eurovisão da Canção, terminou numa toada latina. O cantor interpretou o sucesso dos Gipsy Kings a pedido de um dos fãs e fez, inclusivamente, o acompanhamento instrumental.

Bamboleo não é um tema desconhecido para o cantor, que em 2016 o interpretou numa das provas cegas do The Voice Ucrânia. Na altura, todos os quatro jurados da competição, inclusivamente a antiga estrela eurovisiva Tina Karol (Eurovisão 2006), viraram a cadeira.

A canção, celebrizada pela banda banda cigana francesa, que a adaptou do original venezuelano Caballo Viejo, deu nome a um álbum que os Gipsy Kings lançaram em 1987 e foi celebrizada em versões de dezenas de outros cantores, como Julio Iglesias ou a banda de folk metal Ensiferum.

O Azerbaijão concorre ao Festival Eurovisão desde 2006, tendo sido o vencedor na edição de 2011. Este ano, em Telavive, foi uma das surpresas da fase preparatória do evento ao causar sensação nas apostas online depois dos dois ensaios técnicos. Este sábado (11), uma semana antes da Final, alinhava em quarto lugar nos favoritos à vitória.

Chingiz, o representante deste ano, tem 28 anos e nasceu em Moscovo. Vive em terras azeris desde os seis anos, tendo participado em vários programas de talentos ao longo da sua carreira. A música que produz habitualmente mistura flamenco, jazz e sons étnicos do Azerbaijão.