Conan Osiris relatou ao Espalha-Factos que o ensaio desta quinta-feira decorreu com vários problemas de som e luz. A delegação portuguesa aponta várias falhas à produção do Festival Eurovisão da Canção em Israel.

A iluminação do palco será, numa primeira fase, aquilo que está a desapontar mais a representação lusa. De acordo com a informação obtida pelo Espalha-Factos foram dados, e enviados por escrito, feedback e pedidos de alteração há mais de um mês, que não foram tidos em conta para o primeiro ensaio técnico. Após este primeiro ensaio seguiram novos pedidos de mudanças, que foram ignorados.

Bernardo Pereira, jornalista do portal Wiwibloggs, vocalizou o descontentamento da delegação portuguesa. “Eu tive conhecimento de todas as alterações que a delegação pediu do primeiro para o segundo ensaio e depois vi o ensaio a acontecer e apercebi-me que nenhuma das alterações foi feita“, adianta.

Eu conheço a delegação portuguesa há já alguns anos e eles são das mais felizes e calmas delegações que há na Eurovisão. É muito, muito raro conseguir irritá-los. Deixem-me dizer-vos: Eles estão furiosos“, garantiu o português.

Na mesma declaração, Bernardo Pereira deixou também uma mensagem aos fãs portugueses que culpam a RTP pelos problemas: “Não é culpa deles! Eles apresentaram tudo bem aqui, só que a produção não está a conseguir corresponder às expectativas“.

No último ensaio, além dos problemas de iluminação, também houve um problema com o mix utilizado. A produção não usou, durante a atuação, o arranjo da música que tinha sido usado durante o soundcheck, o que prejudicou a performance de Conan Osiris e João Reis Moreira.

Portugal compete na primeira semifinal da Eurovisão, na próxima terça-feira, dia 14 de maio. A transmissão é feita pela RTP1 às 20h.