A conferência F8 da Facebook começou esta semana, com novidades em todas as plataformas da empresa, desde um Facebook redesenhado até a um novo serviço de encontros que navega na linha ténue entre inocente e assustador.

Tradicionalmente, a F8 é destinada a programadores e empresas. No entanto, depois de meses de controvérsia em torno de invasão de privacidade, manipulação política e várias investigações, todos os olhos estavam no que Mark Zuckerberg vinha trazer ao palco.

Segundo o fundador da Facebook, “O futuro é privado”. Este sentimento foi repetido ao longo da apresentação, em referência a várias mudanças, mas será possível recuperar da perceção atual de que o Facebook é, cada vez mais, algo a evitar?

Um Facebook mais moderno

Novo News Feed do Facebook em Web e Mobile
Imagem: Facebook

A maior mudança que está para vir é uma interface completamente nova, que dá primazia às conversas formadas em redor de grupos e eventos. Esta versão, denominada FB5, dá menos importância ao feed de notícias, que tem dominado a experiência de utilizador até agora.

Na secção Grupos, existe agora um feed centralizado de posts vindos dos vários grupos, assim como uma nova ferramenta de descoberta de novos grupos. É também possível partilhar posts ou vídeos para grupos a partir de toda a aplicação.

Apesar da sua relevância ter sofrido, o Facebook continua a ser uma agenda cultural útil para muitos, e a empresa tem consciência disso.

A secção Eventos ganha maior destaque e alguns truques semelhantes ao Google Maps. Aqui, o Facebook procura ser o centro da tua vida social, tanto para aniversários de amigos como concertos, palestras e outros eventos.

Eventos no novo Facebook 2019
Imagem: Facebook

A nova versão já está disponível nas apps móveis nos Estados Unidos, e vai ser lançada gradualmente ao longo do ano nas várias plataformas e territórios.

How do you do, fellow kids?

Estas transformações transversais vêm depois da saída de Chris Cox, que era um dos designers principais do Feed de Notícias.

Com a sua saída, Zuckerberg quis definir também um novo rumo para a experiência de utilizador, mais focado em comunidades segmentadas e não como noticiário público. A principal razão prende-se em recuperar utilizadores, nomeadamente mais jovens, perdidos para plataformas como Instagram, Reddit, Discord e outras.

O Facebook deixou de ser “fixe”, e estas mudanças são prova disso.

Facebook Dating: Tinder, entre amigos

O Facebook Dating foi lançado em 2018 e é uma parte relativamente isolada da rede social onde utilizadores com algo em comum, desde amigos até gostos musicais podem fazer “match” como numa aplicação de encontros.

Inicialmente, foi lançada em alguns países como México e Canadá, e vai ser expandida para mais territórios na América do Sul e Ásia, com os Estados Unidos a receber a funcionalidade no final do ano. Por enquanto, Portugal não está na lista.

Mas de todas as novidades de hoje, aquela que talvez suscite o maior nível de curiosidade misturada com pura incredulidade é a nova secção Secret Crushes.

  • Secret Crushes no Facebook
  • Secret Crushes no Facebook
  • Secret Crush no Facebook
  • Secret Crushes no Facebook
  • Secret Crushes no Facebook

Será que estamos a estar a olhar para a próxima razão de alguém desbloquear o telemóvel do parceiro durante a noite?