O Dia Mundial da Dança foi criado, em 1982, pelo Comité Internacional de Dança da Unesco. Este invoca o nascimento do bailarino e mestre francês Jean-Georges Nuverre, pela inovação que trouxe ao ballet da sua época e pelas famosas linhas que dedicou à dança em Letters sur la Danse.

Desde então, sempre que os calendários assinalam o 29 de abril, a Europa enche-se de espetáculos, comemorações e eventos dedicados à Segunda Arte. Se queres envolver-te nas comemorações deste ano, este artigo é para ti.

Norte

Em Braga, o Dia Mundial da Dança estende-se por uma programação de 70 horas. Entre 20 e 29 de abril o B de Dança mostra à população aquilo que se faz na dança na cidade. Desde aulas abertas, a workshops, espetáculos ou concursos. Com destaque para a gala final do concurso Sonhos dos Pés, uma iniciativa do Município de Braga que tem como objetivo premiar jovens talentos na dança. Acontecerá a 28 de abril no Theatro Circo.

Já em Guimarães, será o Centro Cultural de Vila Flor (CCVF) a fazer chegar a dança mais perto da população. O Grande Auditório do CCVF receberá, pelas 21h30, Not a moment too soon, espetáculo interpretado por Trevor Carlson, a propósito do centenário do nascimento do bailarino Merce Cunningham. Os bilhetes podem ser adquiridos aqui ou aqui.  De 22 a 27 de abril podes ainda participar em workshops sobre o Método Cunningham com escolas de dança de Guimarães.

‘Not a moment too soon’ | Foto: Yoana Miguel

Também a Companhia Nacional de Bailado (CNB) traz ao público visitas guiadas, workshops e espetáculos em vários pontos do país, entre os quais Aveiro e Leiria. Vão decorrer master classes com Carla Pereira, pelas 18h30, no Teatro Aveirense, e com João Carlos Petrucci, pelas 19h, no Orfeão de Leiria. O Teatro Aveirense recebe ainda o espetáculo A Perna Esquerda de Tchaikovski, pelas 21h do mesmo dia.

Centro

No dia 29 de abril, as portas do Teatro Camões, em Lisboa, abrem-se  para dar a conhecer ao público espaços normalmente interditos do Teatro. Assim, pelas 15h, 16h15 ou 17h30, poderás ter acesso a uma das visitas guiadas que a CNB preparou.

Pelas 19h, podes assitir a uma aula pública dos bailarinos da CNB e, pelas 20h30, a um ensaio comentado pelos coreógrafos Rui Lopes Graça e Vitor Hugo Pontes.

Também a Academia de Dança DançArte vai assinalar este Dia Mundial da Dança em Palmela. Logo a 28 de abril, no Largo de S. João, vão decorrer aulas diversas de participação livre, entre as 10h e as 17h. A 29 de abril, a celebração da dança faz-se através da sétima arte, no Cine Teatro S. João, pelas 10h/14h30 e 18h.

Mais a sul, em Setúbal, a Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo vai apresentar a 27 de abril, o espetáculo Na Substância do Tempo. A Companhia vai atuar no Fórum Luísa Todi, pelas 21h30, sendo que podes adquirir os bilhetes aqui.

Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo

Em Alcácer do Sal, A Câmara Municipal promove, a 27 de abril, uma tarde repleta de dança e convivio na Sociedade 1.º de Janeiro Torranense. Às 14h30 é feita a abertura e pelas 15h é recebida a dupla de danças de salão Marcos & Rita e o Grupo de Dança Social Dança Damaia. A partir das 16h, inicia-se um baile livre.

Na ‘capital do Alentejo’, Évora, os eborenses vão também assinalar este dia participando numa aula aberta de zumba, no ginásio every.body, pelas 18h15 de dia 29.

Sul

Mais a sul, em Armação de Pêra, a organização Stam Legacy promove conversas e aulas em torno da dança. A Fnac do Algarve Shopping conta com uma palestra sobre os Benefícios da Dança, pelas 15h de 27 de abril. No dia seguinte, há aulas de Hip Hop e Dancehall, pelas 15h, na zona do antigo mini golf, em Armação de Pêra. As aulas têm entrada livre, para mais informações podes contactar o seguinte número: 926 373 616.

A CNB continua a percorrer o país e, desta vez, assinala o dia em Faro com uma master class com Susana Matos, pelas 18h, na Companhia de Dança do Algarve.

‘Quebra Nozes’ pela Companhia Nacional de Bailado

Ilhas

Os Açores não são exceção e, por isso, o Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, irá exibir a 29 de abril, o filme Açores, uma Jornada de Sono, da Companhia Ballet Teatro Paz. Segundo o diretor artístico, Milagres Paz, “mostrando uma nova forma de olhar os Açores, este filme tem como objetivo enaltecer o nosso património natural através da dança contemporânea,(…) O bailado foi filmado nas nove ilhas, sendo estas identificadas não só pelas suas belezas naturais, mas também pelas cores que lhes são atribuídas”.

Para quem dança, ou apenas para quem aprecia a arte de movimentar expressivamente o corpo, esta é uma data que não deve passar em branco. Nesta lista não faltam motivos para festejar.

LÊ TAMBÉM: INSETOS INVADEM O TEATRO DO BAIRRO JÁ NA PRÓXIMA SEMANA