A estreia da oitava temporada de Game of Thrones no prime-time de segunda-feira do Syfy conquistou 1,5% de audiência média e 3,3% de share, em perda face aos valores registados na sétima temporada, que arrancou com 2,1% de audiência média e 4,8% de share.

O bom resultado da emissão simultânea com a estreia nos Estados Unidos, que marcou 0,9% de audiência média e 11,2% de share na emissão entre as duas e as três da manhã pode ser uma das razões para a descida destes valores, tendo havido uma dispersão dos espectadores entre os dois horários.

Nas próximas semanas, a transmissão continuará a ocorrer nos dois horários: Em simultâneo com a exibição norte-americana, às 02h, e depois em repetição às 22h15. Este ano, a HBO Portugal garante também os direitos para a transmissão da série on demand.

Quem viu o episódio de estreia?

O arranque da série teve valores equilibrados entre os vários targets do público português, embora seja notória a predominância da região Centro (4,2% de share). São também mais os homens a ver a série do que as mulheres (4,2% contra 2,6% de share).

E, se na emissão simultânea foram os jovens entre os 15 e os 24 anos que foram mais fervorosos a acompanhar a transmissão, na transmissão à noite o domínio foi entre os 25 e os 34 anos. Nesta faixa etária, a série registou 8,9% de share, quase três vezes acima da média nos restantes públicos.

Série lidera entre os mais ricos

Entre os indivíduos colocados no Status A, a classe dos mais ricos entre os mais ricos, Game of Thrones foi líder no horário nobre, com 7,9% de audiência média e 19,6% de share. No entanto, não podemos esquecer que este target representa uma porção ínfima do público português, pouco mais de 300 mil espectadores num Universo superior a nove milhões.