Os Dias da Música estão de volta. De 25 a 28 de abril respira-se Shakespeare no CCB, desde a música do seu tempo à inspirada na sua obra, e traz novidades.

Os Dias da Música em Belém deste ano têm como tema Shakespeare – O Doce Poder da Música, inserindo-se no ciclo For Goodness Sake que o Centro Cultural de Belém dedica a William Shakespeare de 16 de março a 12 de julho de 2019. O festival começa no feriado, dia 25 de abril, com o Festival Jovem, que traz orquestras e grupos de várias escolas de música aos palcos do CCB.

Para além disso, traz uma novidade: este ano os Dias da Música terão Masterclasses dadas por artistas portugueses e convidados internacionais que decorrem durante o Festival. Com tanto para assistir durante um fim-de-semana alargado, o Espalha-Factos diz-te quais não vais querer perder.

Concerto inaugural: uma invocação de Shakespeare

O concerto inaugural marca o tom e dá início a um fim-de-semana de música no Centro Cultural de Belém. Neste concerto serão interpretadas Tristia, e Lélio, Ou O Regresso à Vida, Monodrama Lírico, ambas de H. Berlioz, pela Orquestra Sinfónica Metropolitana, dirigida por Pedro Amaral, com o Coro Ricercare, dirigido por Pedro Teixeira, e o Coro do DeCA/UA, dirigido por António Lourenço. No Grande Auditório, dia 26 de abril (sexta-feira), pelas 21h.

Orquestra Sinfónica Metropolitana | Foto: CCB

Estreias mundiais

Duas estreias mundiais acontecem nos Dias da Música, ambas no sábado, dia 27 de abril. A primeira acontece no Pequeno Auditório, onde às 15h a Toy Ensemble interpreta Rei Lear – a partir da Tragédia de William Shakespeare, a partir da tradução de Álvaro Cunhal, adaptado por Alexandre Delgado e Sara Barros Leitão, com assistência de criação de Ana Fernandes.

Mais tarde, pelas 20h na Sala Sophia de Mello Breyner Andresen, vai ser possível assistir à estreia em absoluto de As Sete Idades do Homem (The Seven Ages of Man) para quarteto de cordas de Tiago Derriça para o Quarteto Camões, com Celia Williams como recitante.

Quarteto Camões | Foto: CCB

Para os fãs de piano

Artur Pizarro e António Rosado entram em palco na Sala Almada Negreiros para interpretar  obras oitocentistas para piano inspiradas na obra de Shakespeare: Hamlet, Poema Sinfónico de Franz Liszt, A Tempestade de P.I. Tchaikovsky, e A Rainha Mab, ou A Fada dos Sonhos, de Hector Berlioz. Às 16h no domingo, 28 de abril.

António Rosado | Foto: CCB/Augusto Cabrita Filho

Às 18h segue-lhes João Bettencourt da Câmara no mesmo dia e local, que vai À Procura de Shakespeare interpretando ao piano as Dez Peças para Piano de Romeu e Julieta de Prokofiev, e a Sonata em Ré Menor (OP.31, n.º2), intitulada A Tempestade, de Ludwig van Beethoven.

Grandes concertos no Grande Auditório

No domingo, dia 28 de abril, o Grande Auditório do CCB terá um alinhamento de três concertos que culminam no encerramento do Festival. O primeiro começa às 15h, onde se ouvem excertos da obra The Fairy Queen de Henry Purcell, inspirada n’O Sonho de Uma Noite de Verão de Shakespeare, pelos La Paix du Parnasse.

A Orquestra Sinfónica Metropolitana regressa ao Grande Auditório às 17h para apresentar o concerto Os Macbeths, o drama shakespeariano no qual as obras que são interpretadas se baseiam. Vão ouvir-se excertos da ópera Macbeth de Giuseppe Verdi e a obra Macbeth de Richard Strauss, sob a direção de Sylvain Gasançon, com a soprano Elisabete Matos.

Sylvain Gasançon | Foto: CCB/Kike Baron

E por fim, o concerto de encerramento promete este ano ser “a celebração de todo um festival onde se tenta explorar ao máximo as muitas relações entre o génio de Shakespeare e a música”. Carregando o título do Festival – O Doce Poder da Música -, a Orquestra Sinfónica Portuguesa e o Coro do Teatro Nacional de São Carlos apresentam neste concerto obras de diversos compositores, de Wagner a Bellini, Prokofiev a Verdi, todas elas inspiradas nas obras de Shakespeare, sob a batuta de Antonio Pirolli.

Orquestra Sinfónica Portuguesa | Foto: Bruno Simão

Os bilhetes para os Dias da Música variam entre os 4 (para recinto e outras salas) e os 7,5 euros para Grande e Pequeno Auditório para o Festival Jovem, e os 4 e os 14,5 euros durante os dias 26 a 28 de abril. Há desconto de 10% na compra de três ou mais bilhetes para o mesmo dia (nos dias 27 e 28 de abril), exclusivamente na bilheteira CCB para bilhetes de valor superior a 8 euros.

Lê também: ORIENTE-SE: ESTÃO ABERTAS AS CANDIDATURAS PARA O FESTIVAL DE TEATRO AMADOR