Não é preciso um fim de semana prolongado ou marcar férias para ter uma boa razão para viajar. Basta um fim de semana para dar uma escapadinha para um país europeu sem sair do budget. O Espalha-Factos mostra-te destinos com preços e temperatura amenas.

Razões não faltam. O mês de maio está recheado de celebrações pela Europa fora. Logo no dia 1 é o Dia Internacional do Trabalhador, de 14 a 25 acontece em França o Festival de Cinema de Cannes e dia 30 celebra-se a quinta-feira das Ascensão, uma festa religiosa comum em países como Alemenha, França, Itália, Espanha e também Portugal.

O site Price of Travel – que apresenta custos de viagens em vários países do mundo – apresentou recentemente uma lista de destinos europeus ideais para viajar em maio. Teve em conta as temperaturas médias, os custos de dormida e o custo médio diário.

As sugestões vão desde as carteiras mais recheadas, até às mais leves. Os preços variam também de acordo com o conceito de viagem que se procura. Os hostels são as opções mais económicas e os hotéis são ideais para quem quer mais conforto e qualidade.

Das dormidas mais baratas, para as mais caras, conhece o primeiro destino.

ISTAMBUL, TURQUIA

Se o tempo convida, os preços ainda mais. Para maio as temperaturas máximas rondam os 26ºC e as mínimas chegam aos 14ºC.

Quanto às noites, por 9 euros podes dormir num hostel, mas também não faltam hotéis baratos. Um hotel de três estrelas custa 16 euros por casal e um de quatro estrelas custa 27 euros. O que podes ver? Tudo, mas sem nunca esquecer o contexto cultural.

Um dos locais a visitar é a Mesquita Azul. Os sapatos ficam à entrada, porque para visitar o espaço é preciso andar descalço. Os homens homens não podem andar de calções e as mulher têm de tapar o cabelo e os ombros. Tem a particularidade de ter seis minaretes (torres de onde o almuadem anuncia o momento da oração). A entrada é gratuita.

Também sem pagar, podes visitar o Grande Bazar, que tem uma grande quantidade de pequenas lojas. Mas sem escapar a dar uns trocos, por 25 TL (lira turca) é possível entrar no Palácio Topkapı, de onde podes ver a cidade numa perspectiva mais ampla.

viagens

Palácio Topkapı (Fotografia: Woopi/ Visualhunt)

ATENAS, GRÉCIA

A temperatura é amena: varia ente os 14ºC e os 26ºC. Também amenos estão os preços. O hostel é sempre a opção mais barata e em Atenas fica por 11 euros por pessoa.

Quando se acrescentam estrelas, as noites ficam mais caras. Um hotel de três estrelas custa a partir de 48 euros por noite por casal e um de quatro estrelas fica a partir de 60 euros.

Dando continuidade às estrelas, podes vê-las num espetáculo noturno no Odeon of Herodes Atticus.

Outra vista inesquecível é aquela que se vê a partir da Colina de Lykavittos. Tem 227 metros e no topo encontra-se a Capela Agios Georgios.

Por fim, outro local cheio de história é a Acrópole de Atenas. Aqui pode-se ver restos do templo Partenon. A entrada custa 20 euros.

viagens

Odeon of Herodes Atticus (Fotografia: Jeremy Vandel/ Visualhunt)

PRAGA, REPÚBLICA CHECA

É uma cidade de história, cultura e cerveja. Visitar Praga em poucos dias não é tarefa fácil, mas é preciso começar por algum lado.

Um deles pode ser a Ponte Carlos: tem mais de 600 anos e é das pontes de Pedra mais antigas da Europa Central. Liga a Cidade Velha e Cidade Baixa a caminho do Castelo de Praga.

Depois de passar a ponte, podes então entrar no Castelo de Praga. É aqui que vive atualmente o Presidente da República Tcheca.

Algo peculiar nesta cidade é o relógio astronómico de Praga, que fica na torre da Antiga Prefeitura. É dos pontos mais intagramáveis da cidade, onde param muitos turistas para fotografar.

No que toca aos preços, os hotéis de três e quatro estrelas vão desde os 35 euros por noite para casal e os hostels ficam por cerca de 12 euros por pessoa.

viagens

Relógio astronômico de Praga (Fotografia: Ana Paula Hirama/ Visualhunt)

LÊ TAMBÉM: ANJOS70 ART & FLEA MARKET ESTÁ DE VOLTA AO REGUEIRÃO DOS ANJOS

CRACÓVIA, POLÓNIA

É a segunda maior cidade do país e também das mais antigas. As temperaturas para maio não vão atrapalhar os planos para visitar esta cidade cheia de história. Vão estar 20ºC de máxima e 9ºC de mínima.

Antes de ir, é preciso reservar a dormida, mas os preços também estão acessíveis. O hostel fica por 12 euros por pessoa. Quanto a um hotel de três estrelas custa a partir de 38 euros por noite para duas pessoas e o de quatro estrelas custa a partir de 62 euros.

Podes visitar a arte urbana ao passear na região de Kazimierz, ver a antiga fábrica de Oskar Schindler e ver a vista da cidade a partir do Kościuszko Mound.

viagens

Fábrica Oskar Schindler (Fotografia: Håkan Dahlström/ Visualhunt)

BASILEIA, SUÍÇA

É um dos mais recentes voos diretos da companhia aérea portuguesa TAP. Há um voo para os mais madrugadores – parte às 6h40 e chega ao destino às 10h20 – e outro para quem gosta de começar o dia mais tarde, partindo às 15h50 e aterrando às 19h30.

Aqui os preços não são dos mais baratos. O preço mais baixo para um casal num hotel de três estrelas custa 96 euros e num hotel de quatro estrelas custa 113 euros. Num hostel os preços rondam os 66 euros.

Para fazer frente ao frio, o melhor é caminhar. Podes começar por conhecer o Tinguely Fountain (Fasnachtsbrunnen): é uma simples fonte, mas cheia de história. Foi construída pelo artista suíço Jean Tinguely com destroços do antigo teatro que ficava neste local.

Viagens

Tinguely Fountain (Fotografia:

Depois podes seguir para o Marktplatz, onde há comida e bebida. Diversidade não falta e é o pretexto para descansar e ao mesmo tempo passar num dos pontos mais famosos de Basileia.