Com o objetivo de promover as artes e letras, o projeto Torres Vedras – Cidade dos Livros desenvolve inúmeras atividades ligadas à literatura e outras formas de expressão artística como o teatro, a música, o cinema e a ilustração.

Um mês de desafios e aprendizagens entre artes e letras

Entre os dias 27 de março e 29 de abril, os cidadãos do concelho de Torres Vedras são convidados a trabalhar a pedagogia do imaginário.

Esta iniciativa visa demonstrar que os livros e as leituras não se confinam a escolas e bibliotecas e, por essa mesma razão, desenvolve atividades nos mais diversos espaços culturais.

Um “Morcego Bibliotecário”

O Morcego Bibliotecário dará início ao programa. A exposição de ilustrações do livro de Paulo Galindro está, de dia 27 de março a 25 de maio, na Biblioteca Municipal de Torres Vedras.

O Morcego Bibliotecário

O Morcego Bibliotecário / Foto: divulgação

Uma noite diferente

A 13 de abril, as crianças entre os 5 e os 10 anos são convidadas a passar a noite na casa dos livros. Acompanhados por um adulto, os mais novos vão poder pernoitar na Biblioteca Municipal de Torres Vedras e participar em atividades literárias.

Abril, histórias mil

A manhã de dia 2 de abril será uma manhã de histórias. Mas quem serão os leitores? Alunos de primeiro e segundo ciclo e do ensino secundário. As narrativas dos grandes escritores Arnold Lobel e Roald Dalh serão lidas e escutadas na Fábrica das Histórias – Casa Jaime Umbelino.

Fábrica da Histórias- Casa Jaime Umbelino

Fábrica da Histórias- Casa Jaime Umbelino/ Foto: Divulgação

As atividades do Dia Mundial do Livro

No dia mundial do livro, 23 de abril, são realizadas diversas atividades para miúdos e graúdos.

As comemorações iniciam-se com os Contos de Cá cará cá cá, o projeto que dará a conhecer histórias de tradição escrita e oral, junto à Cabine de Leitura da Rua Henriques Nogueira. O dia prossegue com As histórias abrem caminhos, uma sessão de conto de histórias, que decorre na Escola de 1º Ciclo da Carvoeira.

Cabine de Leitura Torres Vedras - Torres Vedras Web

Cabine de Leitura Torres Vedras/ Fonte: Torres Vedras Web

O outro lado do espelho é uma atividade intergeracional que tem como objetivo a aproximação dos livros a todos, juntando crianças do 1º ciclo, avós e seniores na Escola 4G de Campelos.

O dia do livro culmina com uma sessão de contos com música ao vivo para jovens, adultos e seniores. O Senhor dos Cordéis propõe um passeio por diversos estilos literários, desde os romances populares, passando pelas lendas, fábulas, até às sátiras e parábolas. A atividade decorre na Biblioteca Municipal, com o contador de histórias Thomas BAKK.

Uma formação de sensibilização para novas estratégias de educação

CORPO-MAPA-LIVRO é o nome da formação que decorre no dia 26 de abril, às 18h00, na Biblioteca Municipal. O objetivo é sensibilizar professores, técnicos bibliotecários, agentes culturais, educadores e outros agentes para estratégias de educação e formação, que promovam o envolvimento dos jovens no universo artístico e literário. A formação decorre no âmbito do espetáculo de dança-teatro homónimo, que se realiza naquele espaço a 27 de abril, às 16h30.

CORPO-MAPA-LIVRO

CORPO-MAPA-LIVRO/ Fonte: site oficial da Câmara Municipal de Torres Vedras

O dia das três artes

Na manhã de dia 27, decorre a oficina de expressão plástica As caras da minha mãe, às 10h30, na Escola 4G de Campelos, seguindo-se a atuação do Coro Leitor Freiria dos Chapéus, às 11h30, na Praça 25 de Abril, em Torres Vedras. No mesmo dia decorre, ainda, a inauguração da exposição InTempo – Sempre a mesma história, às 17h30, na Fábrica das Histórias – Casa Jaime Umbelino.

Coro Leitor Freiria dos Chapéus

Coro Leitor Freiria dos Chapéus/ Fonte: site oficial da Câmara Municipal de Torres Vedras

O encontro final

O projeto Torres Vedras – Cidade dos Livros termina com o encontro Um léxico diferente, que decorre a 29 de abril, às 14h00, na Fábrica das Histórias – Casa Jaime Umbelino.

A iniciativa tem como objetivo promover uma experiência enriquecedora na perspetiva da aquisição de conhecimentos e do desenvolvimento de ferramentas para o trabalho com pessoas com necessidades educativas especiais.

Lê Também: Crónicas de Mário de Carvalho reunidas pela primeira vez em livro