Mesmo a terminar o dia quente e a piscar o olho ao verão chega a notícia de mais uma forte presença feminina no Super Bock Super Rock.

Depois de confirmados nomes como Lana del Rey, Cat Power ou Charlotte Gainsbourg há mais uma super mulher para o Meco. É Janelle Monáe, que atuará no último dia do festival, 20 de julho.

A norte-americana regressa, assim, a Portugal depois de uma atuação vibrante no Vodafone Paredes de Coura, no ano de 2014. Os seus concertos caracterizam-se por uma forte componente visual, algo futurista, feminista e seguem uma linha bastante conceptual. Toda a imagem de Janelle Monáe que, recorde-se, é também atriz, é marcadamente cinematográfica. Teve, aliás, uma atuação profunda e marcante como Mary Jackson, engenheira da NASA, no filme Hidden Figures.

A artista lançou o ano passado o disco Dirty Computer que contou com as participações de artistas como, por exemplo, Pharrell Williams, Brian Wilson e Grimes. Nele voltou à linha conceptual que afirmara no disco de estreia, The ArchAndroid.

Para o mesmo dia em que atua Janelle Mónae estão confirmados Migos, Disclosure DJ Set e Profjam. Gorgon City, Masego e Superorganism atuarão no Palco EDP.

Os bilhetes diários para o Super Bock Super Rock custam 60 euros e os passes 110 euros.