Conan Osiris chegou a Israel esta terça-feira (26) para gravar o “postal” que introduzirá as suas atuações nas várias cerimónias do Festival Eurovisão da Canção. O concorrente português parece assim estar a cumprir o processo normal de participação no evento, pondo fim aos rumores de possível boicote após o apelo de Roger Waters para que o fizesse, em protesto contra as políticas do Estado israelita.

Imagens da KAN, estação pública de Israel que foram divulgadas pelo ESC Portugal, mostram o cantor luso à conversa com Kobi Marimi, representante do país anfitrião.

Conan Osiris foi o vencedor do Festival da Canção e representará Portugal na primeira semifinal da Eurovisão 2019 com a música Telemóveis, que descreve como um tema sobre a ausência das pessoas. Em entrevista ao canal de YouTube da apresentadora Olivia Ortiz explica que tem várias pessoas ausentes da vida, referindo o pai, o avô e um primo que já partiram, mas explicando que esta canção “é também sobre a ausência das pessoas mesmo em vida“.

Lê também: O que dizem os estrangeiros sobre a vitória de Conan Osiris

Telemóveis é, de acordo com o artista, sobre pessoas “com quem perdes as ligações, em que fica só a casca, que deixam de fazer sentido na tua vida. É possivelmente mais triste [do que a morte física], porque elas estão vivas, mas já não são aquelas pessoas que conheceste com tanta profundidade“.

A primeira semifinal do Festival Eurovisão da Canção, em que Portugal participa, acontece a 14 de maio, antecedendo a segunda semifinal (16) e a Grande Final, com os 10 melhores de cada uma das eliminatórias, o país anfitrião e os Big 5, que acontece a 18 de maio. A delegação portuguesa está neste momento em 11.º lugar nas apostas para vencer a competição.