Num evento dedicado a novos serviços (25), a Apple revelou uma nova plataforma de streaming: a Apple TV+, onde vai produzir e distribuir os seus próprios conteúdos televisivos. O serviço tem estreia prevista para o final de 2019, mas não foram divulgados preços nem disponibilidade regional.

O Apple TV+ vai ser integrado na app TV já disponível em iPad, iPhone e Apple TV. A nova versão também será lançada em Mac e, mais surpreendentemente, em Smart TVs da Samsung, Sony, LG e Vizio.

Apple TV

Imagem: Apple

O serviço conta com nomes como Oprah Winfrey, Jason Mamoa, Steven Spielberg, Octavia Spencer, J.J. Abrams e muito mais.

Esta lista impressionante foi o ponto fulcral da apresentação, não tendo sido mostrado muito sobre as séries e filmes para além do que se vê na Preview abaixo.

Eis alguns dos conteúdos originais que já foram anunciados para serem lançados com o novo serviço:

  • The Morning Show com Reese Witherspoon, Jennifer Aniston e Steve Carell. Um drama que explora relações de poder entre homens e mulheres na redação de uma estação de notícias.
  • See com Jason Mamoa e Alfre Woodard é uma série pós-apocalíptica, passada séculos depois de um vírus deixar apenas poucos milhões de humanos na terra, todos eles cegos.
  • Little America é uma série de comédia em formato de antologia que explora histórias de emigrantes nos Estados Unidos. A série é produzida por Kumail Nanjiani, Emily V. Gordon, Lee Eeisenberg e Alan Yang.
  • Little Voice segue um músico em Nova York e é produzida por Sara Bareilles, cuja experiência serve de inspiração para a história, e J.J. Abrams.
  • Toxic Labor, uma de duas séries documentais de Oprah no Apple TV+, onde será explorado o impacto de assédio e abuso sexual em contexto profissional.
  • Mythic Quest, uma comédia que segue o dia-a-dia de um estúdio de videojogos. É uma parceria com a Ubisoft e vem do duo por detrás de It’s Always Sunny in Philadephia, Rob McElhenney (que também protagoniza) e Charlie Day.
  • Amazing Stories marca o regresso da série de antologia de ficção científica, terror e fantasia criada por Steven Spielberg em 1985. O nome é uma homenagem a uma revista que inspirou Spielberg em criança.

Mudança de Rumo

Depois de desenvolver várias ferramentas e plataformas, a Apple mudou de rumo para o mundo dos serviços, primeiro com a App Store e mais tarde com o Apple Music (antes Beats Music) em 2014. Com este evento, a Apple tornou as suas intenções claras.

Para além do Apple TV+, foram anunciados vários outros serviços:

O Apple News+, uma subscrição que inclui acesso a centenas de revistas e publicações (apenas disponível nos Estados Unidos e Canadá, inicialmente), o Apple Card, um cartão de crédito estilo-Revolut desenhado para gestão digital e por fim, a Apple Arcade, uma subscrição de jogos na App Store, jogáveis em iOS, Mac e Apple TV.