Quase na altura da Páscoa, os coelhos saem da toca para dar uma novidade. Portugal é o primeiro país europeu com uma vending machine com alimentos vegan.

Nas máquinas há entre 42 a 52 produtos vegan. O mais barato custa 0,50€ e é uma simples água, mas um almoço ou jantar pode ficar à volta de 5€. Desta toca não saem coelhos de chocolate, mas estão garantidos doces como os croissants ou os snacks variados e as bebidas vegetais.

A Toca demorou quatro meses a aperfeiçoar os pormenores. Segundo avança a NiT, esta está quase pronta a estrear – vai estar disponível em abril – nas estações de metro e comboio, nos hospitais e nas universidades do Porto.

Já não é preciso andar com marmitas carregadas de snacks ou recorrer aos cachorros e pipocas que se vendem no metro. Agora há opções mais saudáveis em qualquer lado e situação (mesmo que seja no hospital durante horas infinitas à espera de consulta).

Como qualquer outra máquina de venda automática, basta escolher o produto, colocar o dinheiro – ou o cartão em algumas máquinas d’A Toca – e retirar a refeição vegan.

vegan

(Fotografia: Alexandra Golova/ Unsplash)

PORQUÊ A TOCA?

O novo conceito apresentado no dia 21 de março no QSP Summit, na Exponor tem por trás o Francisco Freixinho: empresário com formação em Gestão de Empresas pelo Instituto Superior de Administração e Gestão, no Porto.

Foi num espaço com uma loja superior e uma escada em caracol com acesso a uma espécie de toca que surgiu a ideia d’A Toca. Ao longo de um ano o conceito de veganismo foi estudado pelos responsáveis da marca, resultando numa ementa adequada para vegans e não só.

A Toca é para quem é vegan, vegetariano, quem gosta de comida saudável, mas também de boa comida. Essencialmente, as vending machine são para quem tem pressa, mas quer fazer uma escolha mais consciente.

Pode ser consumida em qualquer lado, incluindo nas esplanadas que vão ser instaladas perto dos pontos de venda.

ESPAÇOS FÍSICOS

Se a pressa não for muita, podem consumir os produtos vegan num dos restaurantes de A Toca – empresa responsável pelas máquinas de venda – que estão no Mercado do Bom Sucesso e na baixa do Porto. Os espaços físicos vão estar disponíveis também em abril.

Aqui, a comida vegan não descura dos sabores portugueses: a ementa inclui bacalhau à Brás, favas à alentajana e tripas à moda do Porto. Mas… não era comida vegan? E é. O nome está lá, mas o produtos de origem animal não, sendo substituídos por outras opções vegetais.

Há ainda vinhos na carta vegan e sobremesas de autor – incluindo os da autoria da chef Ana Castro – para encerrar.

Apesar de ser um espaço físico, também é possível levar para casa através do serviço de take away. 

LÊ TAMBÉM: JÁ É POSSÍVEL PAGAR COM MB WAY NO LIDL

PARA QUANDO EM LISBOA?

Depois das primeiras vending machine no Porto, as tocas vão saltar para Lisboa. A marca prevê que A Toca chegue à capital a partir de julho deste ano.