Após tantos fãs terem pedido, James Gunn irá regressar à Marvel para realizar Guardiões da Galáxia Vol. 3. Mas não é por isso que irá sair ou apressar o seu O Esquadrão Suicída, que está neste momento a ser desenvolvido para a DC Comics.

Pouco se sabe de O Esquadrão Suicída por agora, excetuando o facto de Gunn estar a tentar que este tenha pouca ligação com o filme de mesmo nome lançado por David Ayer em 2016. Margot Robbie irá regressar no papel de Harley Quinn e Will Smith será substituído por Idris Elba enquanto Deadshot/ Floyd Lawton. O resto do grupo será composto por personagens pouco conhecidos da DC que ainda não tenham aparecido no cinema. O produtor Peter Safran afirma que Gunn vai primeiramente focar-se neste filme antes de regressar à Marvel para terminar a sua trilogia de Guardiões da Galáxia. Safran descreve ainda o projeto como sendo um “reboot“, provavelmente devido a não ser uma sequela direta da história de David Ayer.

Guardiões da Galáxia Vol. 3 originalmente ia ser o próximo projeto do realizador, mas este foi despedido no ano passado. Tal deve-se à partilha de tweets antigos em que James Gunn tinha feito piadas de humor negro. Após vários fãs e membros do elenco o terem defendido, a Disney parece ter recuado na sua decisão. No entanto, Gunn foi durante esse tempo contratado para fazer O Esquadrão Suicída, cuja data de lançamente está prevista neste momento para 2021.

Considerando o tempo de produção do qual James Gunn provavelmente irá necessitar, é pouco provável que o seu Guardiões da Galáxia Vol. 3 seja lançado antes de 2023. O argumento do filme já está pronto há quase um ano e provavelmente manter-se-á inalterado. Tudo o que foi prometido até agora é que este filme irá servir de conclusão para a história iniciada em 2014.

Entretanto, O Esquadrão Suicída promete continuar a provar que o Universo Cinemático da DC tem a capacidade de rivalizar o da Marvel no que diz respeito à qualidade de conteúdo.