Nobel

Nobel da Literatura: depois das polémicas, o prémio regressa com dois vencedores

Após os escândalos sexuais do ano passado (2018), a Academia Sueca regressa para a atribuição do Nobel da Literatura. Pela primeira vez desde a II Guerra Mundial, o supremo prémio da escrita não foi atribuído e, por isso mesmo, este ano serão escolhidos ineditamente dois vencedores.

Jean – Claude Arnaut foi o protagonista da polémica que levou à não atribuição do prémio. Marido de um dos membros da academia, dramaturgo e fotógrafo, o francês foi acusado de ter assediado sexualmente 18 mulheres e ter divulgado antes do tempo, nomes de escritores que viriam a vencer o Nobel em anos anteriores. Foi posteriormente condenado a dois anos de prisão efetiva pelo crime de violação.

As polémicas, e o facto de alguns dos membros da Academia sueca se terem demitido, foram factores determinantes que levaram a academia a não entregar o prémio em 2018 a nenhum escritor, algo inédito na sua história.

A academia tenta redimir-se

A juntar-se ao painel de cinco membros do júri responsável pela escolha dos escritores anualmente, foram escolhidos cinco especialistas independentes, que vão desde críticos literários a autores. Desta forma, a academia faz um esforço para a restauração da confiança com o público e da sua própria reputação.

No entanto, apesar dos esforços, nem todos concordam com a decisão da academia. Uma das vozes discordantes é Björn Wiman, editor de Cultura do jornal sueco Dagens Nyheter. Em entrevista ao New York Times, o editor avançou que o prémio de 2018 deveria ser deixado por entregar: “seria uma lembrança daquilo que aconteceu e da maneira catastrófica como a academia lidou com as alegações”.

A cerimónia está apenas planeada para outubro mas promete surpreender, segundo o jornal americano. Resta-nos esperar.

LÊ TAMBÉM: DEPOIS DE TRÊS COROAS NEGRAS, KENDARE BLAKE TRAZ UM TRONO NEGRO

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
How To Get Away With Murder
Crítica. ‘How To Get Away With Murder’ choca os fãs com um final marcante