Vânia Fernandes, vencedora do Festival da Canção em 2008, actuou este sábado (2) na grande final. A canção Senhora do Mar foi relembrada, mas desta vez com um novo arranjo de Nuno Gonçalves dos The Gift. O letrista Carlos Coelho chama-lhe “bizarra” e o público também já reagiu nas redes sociais.

Senhora do Mar foi considerada a Melhor Canção de Sempre do Festival RTP da Canção. A música de Andrej Babic, com letra de Carlos Coelho e interpretação de Vânia Fernandes fazia referências ao fado e à música balcânica.

A nova versão da canção, apresentada 11 anos depois, mostrou-se mais eletrónica graças ao arranjo de Nuno Gonçalves. Carlos Coelho, letrista, partilhou a sua opinião acerca deste arranjo no Facebook.

“Nem o compositor Andrej Babic, nem eu fomos consultados sobre a bizarra versão que será apresentada no Festival da Canção 2019, portanto, desde já alertamos os espectadores mais sensíveis e pedimos desculpa aos vossos ouvidos.”

Para o público, a canção também merecia um melhor arranjo. Há quem lhe chame “música de elevador”, ou que afirme simplesmente que uma nova versão não era necessária. Senhora do Mar ficou em 13.º lugar na Eurovisão de 2008, mas estabeleceu-se como uma das melhores desse ano pela imprensa especializada, conseguindo até o marco de melhor audiência para o festival eurovisivo em Portugal, em 20 anos.