A noite de 24 de fevereiro recebeu a 91.ª cerimónia anual dos Oscars. Na red carpet, que antecipava a entrada no Dolby Theatre, em Los Angeles, passaram dezenas de celebridades com looks mais ou menos notáveis. No Espalha-Factos mostramos-te quais foram as melhores e piores escolhas dos convidados.

Numa noite dedicada a premiar o trabalho e o que se faz de melhor – e pior – na indústria cinematográfica, os looks são também alvo de escrutínio.

O MELHOR

Mark Ronson

O compositor apostou por um clássico smoking negro, debruado a branco. Tanto as lapelas, como os punhos e o laço, eram rematadas em veludo, o que conferia uma maior elegância ao fato. Um detalhe que acaba por tornar este num look vencedor, uma vez que não fez com que fosse apenas mais um fato preto.

Billy Porter

Ninguém ficou indiferente à passagem de Billy Porter nem tampouco ao seu look. A imprensa fala dele como o revolucionador da moda masculina nesta red carpet e o fato é assinado por Christian Siriano – antigo participante de Project Runway. O vestido de veludo preto, era completo por remates no casaco – simulando o decote – e pelas mangas da camisa que terminavam em folho.

Gemma Chan

A atriz ditou a cor que mais se viu nesta passadeira vermelha. Para os puristas que afirmam que vermelho e cor de rosa não combinam, Gemma Chan provou o contrário. O vestido Valentino fez as delícias das objetivas e a sua silhueta fez-nos recordar os mais recentes vestidos Moncler.

Sandy Powell

A figurinista, que já nos habituou a fatos e a looks extravagantes, voltou a brilhar na passadeira vermelha. É certo que já a havíamos visto a utilizar fatos de riscas antes, contudo a este combo, junta-se uma encharpe fechada numa espécie de laçada e uma boina, acessório pouco habitual neste tipo de eventos e que marca a irreverência de Sandy Powell.

Emma Stone

Embaixadora da marca faz anos, Emma Stone voltou a vestir Louis Vuitton. Uma criação com mais de 30 mil cristais Swarovski e que demorou mais de 712 horas a ser produzido. O vestido com largos ombros – a levar a tendência 80’s para a red carpet – dispensou acessórios e a atriz optou por levar o cabelo apanhado, colado à cabeça.

LÊ TAMBÉM: OSCARS 2019: A HISTÓRIA CONTINUA A SER CONTADA PELOS VENCEDORES

O PIOR

Zooey Deschanel

Podíamos ficar indiferentes a este vestido? Não. Se é por bons motivos? Também não. A verdade é que a eterna Jess – de Jess e os rapazes – fez a escolha errada. Zooey Deschanel levou um vestido Victor Costa, que mais se parecia a uma saída de praia.

https://www.instagram.com/p/BuSReB2nNow/?utm_source=ig_web_button_share_sheet

Serena Williams

A tenista optou por um vestido Armani Privé que a meu ver, não lhe assentava bem. É sabido que a atleta tem um corpo mais robusto que as demais mulheres, contudo a linha do peito, onde terminava o vestido acabava por fazer salientar a zona dos braços. Também não foi feliz o folho que acompanhava o final das costuras na barriga, até ao chão, pela localização do mesmo. A acessorização escolhida, também não foi a mais feliz, contudo o penteado favoreceu não só o rosto de Selena como o vestido.

Jennifer Lopez

A cantora apresentou-se com um vestido Tom Ford, que mais seria digno da azulejaria de Gaudí. O problema não estava no corte, mas sim na aplicação dos cristais, que fizeram com que JLo apenas se parecesse a um monte de retalhos de vidro brilhante. A escolha do penteado também não foi a melhor, uma vez que não só cobria parte da gola alta do vestido, como não deixava espaço entre o cabelo e a peça de roupa.

Yalitza Aparicio Martínez

Yalitza Aparicio Martínez, que confesso desconhecer até ao momento, levou uma daquelas opções “seguras”, mas que nunca funcionam. O clássico vestido corte princesa, que no final acaba por parecer um vestido de noiva. A cor – um azul-bebé – mais parecia branco nas fotografias e salvou-se o penteado – ainda que simples – e a pouca acessorização neste look, para que não tivesse corrido pior.

Awkwafina

A prova de que por vezes less is more. A rapper e actriz, vestiu Dsquared2, contudo, a escolha não foi a melhor. Não pelo design do fato, mas pelo mau fitting do casaco – que parecia que ia explodir a qualquer momento – e também pela camisa, que era demasiado exagerada e descontextualizada para o look. O cabelo solto em cima da roupa, também não ajudou a que o conjunto ficasse melhor e fez com que na zona do peito houvesse muita informação.