Durante mais de 15 anos a televisão aberta portuguesa não transmitiu ficção mexicana, mas isso acaba de mudar. Maria Madalena, uma produção da Sony Pictures Television e da Dopamine, estreou esta quarta (13) na TVI.

A produção, com 60 episódios, retrata uma das discípulas mais próximas de Jesus Cristo. O canal de Queluz descreve o enredo como sendo a história de “uma mulher diferente, que desafiou as leis de uma sociedade corrupta, dominada pelos homens“.

Maria Madalena, que já foi transmitida no Panamá, México, Angola e Moçambique, chega aos ecrãs nacionais com dobragem em português do Brasil e mantendo aquela que era a tradição dominante relativamente às produções latino-americanas.

A história é protagonizada pela atriz María Fernanda Yepes, contando ainda com a participação no elenco dos atores Manolo Cardona, Andrés Parra, Luis Roberto Guzmán, Diana Lein, César Mora, Juan Sebastián Calero, Vicente Peña, Danielle Ciénegas, Gustavo Sánchez Parra, Alejandro de Marino, Paquey Vasquez, Juan Manuel Lenis, Alejandro Buitrago e Luis Miguel González.

A TV Azteca, citada pelo Sapo, descreve-a como “uma série dramática com um grande peso emocional e que capta imediatamente a atenção do público, devido a uma mistura de amor, perigo, intriga e fé“.

A trama vai estar no ar de segunda a sexta-feira às 14h30, logo seguir ao Jornal da Uma e antecipando os episódios de Remédio Santo, novela portuguesa em reposição às 15h25.