Foi um dia para esquecer na Avenida Marechal Gomes da Costa. A RTP1 continua com audiências muito baixas aos domingos, e esta semana teve mesmo o pior valor de que há registo para a estação pública.

O canal dirigido por José Fragoso ficou-se pelos 7,7% de share diário, igualando o mínimo obtido a 24 de fevereiro de 2013. Como as gravações não eram então contabilizadas nas audiências, este valor deve ser comparado com os 7,5% que a RTP1 registou ontem na audiência em direto.

A RTP1 até começou o dia a liderar, com o Bom Dia Portugal (1,9% / 17,1%) e a Eucaristia Dominical (2,9% / 14,1%), mas a partir daí ficou sempre atrás da SIC e da TVI. O Jornal da Tarde (4,7% / 13,6%) também perdeu para a concorrência, mas ainda assim teve o terceiro melhor share do canal.

A tarde foi o período que mais penalizou o primeiro canal. O novo magazine Faz Faísca ficou-se pelos 2,5% de audiência (241 mil espectadores) e 7,5% de share. De seguida, o A3.30 com Fernando Alvim derrubou a audiência para 148 mil espectadores (1,5% / 4,6%). O jogo de futsal Quinta dos Lombos x Sporting, transmitido às 15h58, manteve-se nos 148 mil espectadores (1,5% / 4,4%), o valor mais baixo da Liga Sportzone em 2019.

A fechar a tarde, o filme Capitão Fantástico foi incapaz de melhorar as contas para a RTP1, ficando-se pelos 178 mil espectadores (1,8% / 4,1%). Sensivelmente à mesma hora, o acompanhamento do Benfica x Nacional no programa Golos dava à CMTV uma audiência de 208 mil espectadores (2,1% / 5,2%), roubando o terceiro lugar à RTP1.

O horário nobre correu um pouco melhor, mas com valores também fracos. O Telejornal foi o programa mais visto do canal, com 543 mil espectadores (5,6% / 11,1%). Famílias Frente a Frente: Desafio na Cozinha conseguiu uma média de 438 mil espectadores (4,5% / 9,5%), continuando abaixo dos dois dígitos de share.

A noite fechou com o histórico Lotação Esgotada, que obteve uns modestos 121 mil espectadores (1,2% / 4,7%) com o filme Danny Collins – Nunca é Tarde.

A rubrica de Ricardo Araújo Pereira tem dado bons números à TVI. (Foto: André Dias Nobre/Observador)

TVI quebra jejum de vitórias

Depois perder de segunda a sábado para a SIC, a estação de Queluz conseguiu este domingo a sua única vitória diária da semana. Com 20,9% de share, a TVI liderou confortavelmente contra a principal concorrente, que registou 16,8%.

O Jornal das 8 foi o programa mais visto do dia, e deu um contributo importante para a vitória da estação, com 1 milhão e 280 mil espectadores sintonizados (13,2% / 26,0%). Às 21h23, o espaço humorístico Gente que Não Sabe Estar conseguiu o pico de audiência do dia, com 14,6% de rating.

Dança com as Estrelas foi visto em média por 1 milhão e 71 mil pessoas (11,1% / 25,8%), liderando contra Lip Sync Portugal (9,4% / 21,5%). O programa da SIC teve a sua edição menos vista, com 908 mil espectadores.

O daytime também favoreceu a TVI, com Somos Portugal a destacar-se durante a tarde e a registar a melhor audiência do ano: 833 mil espectadores (8,6% / 22,7%). De manhã, a Eucaristia Dominical conseguiu os melhores valores do ano (5,6% / 22,1%) e liderou o horário com larga vantagem.

Outros destaques do dia
  • CMTV voltou a ser o canal mais visto do cabo, com 4,4% de share. O programa mais visto do canal da Cofina foi o CM Jornal 20h, emitido às 19h20, com 314 mil espectadores (3,2% / 6,6%). Às 19h23 registou-se o pico do canal, com 4,7% de rating.
  • O filme Taken – A Vingança, emitido pela SIC às 15h14, foi visto por 627 mil espectadores (6,5% / 19,2%) e conseguir tirar a liderança à TVI na última meia hora.
  • O Notícias 3 às 19 foi o programa mais visto dia da RTP3, com 133 mil espectadores (1,4% / 2,9%). Seguiu-se o Trio d’Ataque, visto por 122 mil (1,3% / 3,2%). O canal teve uma média diária de 2% de share, somando TDT e cabo.
Lê também: Eleven Sports chega a acordo para transmissão em todas as operadoras