A Eleven Sports, que desde a estreia estava apenas na Nowo, vai agora ficar também disponível para os clientes da NOS, MEO e Vodafone, anunciou o canal em conferência de imprensa. 

A novidade, que vinha sendo antecipada desde o fim da semana, quando foram notados testes nos canais 370 e 371 da NOS que correspondiam à grelha do canal desportivo, foi avançada pelo Correio da Manhã e agora confirmada oficialmente.

Este é sem dúvida um momento marcante para a operação da Eleven Sports em Portugal. Como afirmámos desde o primeiro minuto, o nosso ADN é sermos agnósticos em termos de plataformas. Como tal, queremos chegar a todos os portugueses independentemente da plataforma“, afirmou o diretor-geral da Eleven Sports Portugal, Jorge Pavão de Sousa, em comunicado enviado às redações.

Os subscritores das três operadoras poderão aderir ao canal a partir desta terça-feira (12), já podendo assistir ao jogo entre o Porto e a AS Roma. As grelhas já contam com os sete canais em alta definição da Eleven, que terão um custo de 9,99 euros mensais.

Os canais Eleven Sports 1 e 2 estarão disponíveis no Meo nas posições 33 e 34 e os canais pop-up ficarão nas posições 35 e a partir da 177 para clientes Meo ADSL e Meo Fibra e a partir da posição 176 para clientes Meo Satélite. No caso da NOS ocupa as posições 38 e 39 (canais 1 e 2) e 137 e 140 (canais pop-up), enquanto na Vodafone fica entre os canais 41 e 46.

O jornal ECO escreve que, nas últimas semanas, houve uma aceleração nas negociações. Andrea Radrizzani, dono da empresa, veio a Portugal para reunir com as três operadoras e abrir uma nova estratégia na negociação dos direitos de transmissão. As novas condições apresentadas pelo gestor terão agradado aos responsáveis da NOS, Vodafone e MEO.

A Eleven Sports, televisão de origem britânica, iniciou a sua operação em Portugal em 2018, tendo-se destacado pela aquisição dos direitos exclusivos para a transmissão da Liga dos Campeões, mas também de várias ligas de futebol estrangeiras, como a espanhola, a francesa, a belga e a alemã. A partir de agora, os clientes das três maiores operadoras de televisão por cabo poderão voltar a assistir às competições em causa.