Foto: Becca McHaffie / Unsplash

Farfetch deixa de vender peles de animais em dezembro

A Farfetch é o mais recente gigante da indústria da moda a proibir a venda de peles de animais. A empresa de e-commerce de moda de luxo nacional e internacional anunciou que artigos em pele e couros exóticos serão retirados do site em dezembro.

Depois de casas como Gucci, Michael Kors, Versace, Chanel, Jean Paul Gautier, Jimmy Choo e até a sua concorrência direta, Net-a-Porter terem dado esse passo, a Farfetch junta-se agora ao crescente movimento ambientalista. A plataforma de comércio, criada pelo empresário português José Neves, tem estado sob pressão por parte de grupos ativistas dos direitos dos animais.

Segundo o site Fashion Network UK, a organização não governamental de ambiente PETA comprou ações da Farfetch tendo como objetivo pressionar a companhia. Na época da compra, no passado outono, a organização norte-americana declarou que o investimento lhe permitiria participar nas reuniões anuais da Farfetch e assim pedir “publicamente que deixasse de vender peles”.

Quando a decisão da Farfetch foi tornada pública, foram várias as organizações internacionais ambientalistas que mostraram a sua satisfação. A Humane Society Internacional (HSI) e a sua filial americana declararam mesmo ter trabalhado durante anos para que esta mudança acontecesse.

Lê também: GUESS LANÇA COLEÇÃO AMIGA DO AMBIENTE

Claire Bass, diretora-geral da HSI, mostrou satisfação pela decisão da Farfetch tendo esperança que com o passar do tempo este caminho seja escolhido por outras casas. “Cada novo anúncio relativo a moda livre de peles prolonga o efeito dominó junto de estilistas e retalhistas. A revolução da moda livre de peles não mostra sinais de abrandar, e casas como Fendi ou Dolce & Gabbana, que ainda vendem peles, parecem cada vez mais desatualizadas e isoladas.”

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Call Me By Your Name
‘Call Me By Your Name’: Timothée Chalamet e Armie Hammer confirmados na sequela