A primeira ronda de apresentadores para a famosa cerimónia dos Oscars foi, finalmente, anunciada. Recentes polémicas afastaram a hipótese de existir apenas um único anfitrião, tendo sido já reveladas treze das personalidades em destaque para apresentar o evento.

Jennifer Lopez, Chris Evans e Charlize Theron irão juntar-se a este alinhamento de luxo, juntamente com a dupla de Crazy Rich Asians, Constance Wu e Awkwafina.

As comediantes Amy Poehler, Tina Fey e Maya Rudolph também estarão presentes, bem como a atriz Brie Larson, anteriormente premiada pela Academia.

Daniel Craig, eterno James Bond, Whoopi Goldberg, Amandla Stenberg e Tessa Thompson encerram, por fim, esta primeira vaga de apresentadores, marcada por uma grande diversidade e pluralidade de vozes sonantes no interior de Hollywood.

A equipa da cerimónia e os nomeados deste ano no famoso almoço anual dos Oscars. Fonte: The Academy / Twitter

De acordo com os produtores da gala, Donna Gigliotti e Glenn Weiss, a escolha dos novos anfitriões teve por base a vontade de “dar ao público uma oportunidade para, mais uma vez, experienciar momentos que nos comoveram a todos”.

Os Oscars representam “uma celebração do amor universal pelo cinema”, tornando-se adequada a inclusão de múltiplas figuras públicas que ajudaram a moldar a indústria cinematográfica como é atualmente.

Recorde-se que Kevin Hart foi afastado da posição de anfitrião principal da cerimónia, devido a comentários homofóbicos que emergiram, recentemente, na plataforma Twitter.

LÊ TAMBÉM: OSCARS NÃO TERÃO APRESENTADOR PELA PRIMEIRA VEZ EM TRÊS DÉCADAS

Uma inovação nunca vem só

A mudança de rumo na apresentação do evento não será a única surpresa introduzida nos Oscars de 2019. Segundo a revista Variety, é também possível contar com atuações das cinco melodias nomeadas para Melhor Canção Original.

A academia anunciou via Twitter que a música The Place Where Lost Things Go de Mary Poppins Returns vai ser interpretada por um “convidado especial”, algo que levou a especulações de uma performance por parte de Emily Blunt, protagonista do filme.

Ainda na temática das atuações da noite, Gustavo Dudamel e a Filarmónica de Los Angeles irão acompanhar o segmento In Memoriam, uma homenagem a personalidades lendárias do mundo do cinema.

“Este é um momento importante na história dos Oscars. Este ano mostra que a cerimónia mantém as tradições dos Oscars, estando também em evolução para refletir a nossa audiência global”, afirmou Dawn Hudson, CEO da Academia. 

Weiss e Gigliotti irão continuar a anunciar mais apresentadores e novas informações relativas à gala nas próximas semanas.

A 91ª cerimónia dos prémios da Academia será transmitida em Portugal, a partir das 23h30 do dia 24 de fevereiro, nos canais FOX e FOX Movies.

LÊ TAMBÉM: DESCOBRE ONDE PODES VER OS OSCARS 2019