O multi-vencedor Beleza Americana (1999) festeja, este ano, o seu 20º aniversário. Depois das alegações de má conduta sexual ao ator Kevin Spacey, em outubro de 2017, muitos cinéfilos começaram a olhar para este e outros dos seus filmes de outra maneira.

Nesse sentido, a atriz Thora Birch, que protagoniza a filha da personagem de Spacey, fez um apelo ao público para que consiga separar as alegações da obra de Sam Mendes.

Não podem evitar sentir, ‘boa, agora temos esta mancha no filme’“, assumiu a atriz, à revista The Hollywood Reporter, acerca das acusações a Kevin Spacey. No entanto, a mesma alertou:

Mas não – a mancha não está no filme. De quem é a culpa? Do Kevin [Spacey]. Não tem nada que ver com Beleza Americana

Ainda assim, Birch declarou que, face às acusações de Anthony Rapp a Kevin Spacey, “não estava à espera… Não foi muito depois da questão com Harvey [Weinstein]… É traumático. Dói como tudo“.

Uma rodagem à americana

Recuando a 1999, Thora Birch contou que, durante as filmagens, havia um forte processo de terapia. “Muita abertura e partilha de coisas das nossas vidas sobre porque nos relacionamos com as personagens“, exemplificou.

A sua personagem, Jane Burnham, uma adolescente rebelde, vive alienada numa casa de família que se pode dizer infeliz. O pai de Jane, Lester Burnham (Kevin Spacey), é um homem frustrado e traído, de meia idade, que deixa o emprego porque afinal quer “a menor quantidade de responsabilidade“.

Thora Birch em Beleza Americana (1999) (Fotografia: IMDb)

O Kevin estava a trabalhar obsessivamente e já na cabeça de Lester, mesmo nos ensaios“, relembrou Birch, que considera que o ator deu tudo à sua personagem, mesmo que a câmara não apontasse para si. “Ele era um dos melhores atores com quem se trabalhar“, garantiu, ainda à mesma revista.

Thora Birch revelou também que Kevin Spacey a surpreendeu durante o processo de terapia, pela sua sinceridade, através da qual partilhou alguns traumas de infância. Assim, confidencia que o à vontade do ator foi “libertador“.

A atriz continua na expectativa de que os fãs consigam separar a arte do artista. Porém, expõe que o elenco do filme não se tem reunido, e que tal se deve em grande parte à questão gerada à volta de Spacey.

Todos amamos este filme. E ele não tem nada que ver com o Kevin, no fim de contas

Beleza Americana foi realizado por Sam Mendes, e arrecadou cinco Oscars da Academia. Entre elas, para além da de Melhor Filme do ano, está a distinção de Kevin Spacey enquanto Melhor Ator Principal. O ator já tinha arrecadado outro Oscar, mas de Melhor Ator Secundário, por Os Suspeitos do Costume (1995).