A estreia do “novo” Jornal da Noite, este domingo (27), não conseguiu ultrapassar o Jornal das 8 da TVI

Entre sexta e domingo, grande parte dos programas informativos da SIC esteve ocupada por reportagens e diretos acerca da mudança de instalações e estreia dos noticiários a partir dos estúdios de Paço de Arcos. No entanto, o hype criado não correspondeu à liderança nas audiências.

O informativo, conduzido por Clara de Sousa e Rodrigo Guedes de Carvalho, registou o melhor resultado do ano, com 12,3% de audiência média e 23,6% de share, mas não o suficiente para ultrapassar o Jornal das 8, que também marcou a melhor audiência do ano: 13,5%, com um share de 26%. O Jornal da Noite foi líder, no entanto, entre os públicos dos targets comerciais ABCD 15-54 e ABCD 25-54 anos.

O dia também correu de feição à TVI, que liderou com 21% de share, contra 18,7% da SIC e 8,2% da RTP1, que marcou um novo mínimo anual. A estação de Queluz prepara-se para liderar, pelo 150.º mês consecutivo, as audiências em Portugal.

Ao nível da audiência média, o consumo televisivo deste domingo foi elevado e quer SIC, quer TVI registaram os dias com maior audiência média do ano: 4,6% de rating por minuto para a estação de Paço de Arcos e 5,2% de rating para a congénere de Queluz.

Outros destaques do diaWonder Woman

  • Mulher Maravilha registou a melhor marca do ano para a rubrica Grande Cinema: 9,2% de audiência média e 22,2% de share. Foi líder durante 30 minutos da transmissão.
  • Lip Sync Portugal (10,2% / 22,5%) recuou para o mínimo desde a estreia, voltando a ser ultrapassado por Dança com as Estrelas (12,4% / 27,4%).
  • O canal Hollywood subiu este domingo aos 2,5% de share. Os Mercenários 3 (1,7% / 4,3%) foi o filme mais visto do dia.
  • Também o Fox Movies registou um novo máximo em 2019, com 2,4% de quota de mercado. Velocidade Furiosa 6, com 1,8% de audiência média e 3,5% de share foi o principal destaque do canal.