Cada vez mais o Instagram deixou de ser uma plataforma social que se cinge somente à partilha de fotos, para passar a ser um “mercado” de milhões para famosos e influencers que utilizam esta rede social para promoverem marcas com quem estabelecem parcerias, na maioria das vezes não discriminando que estão a fazê-lo.

Neste sentido a Advertising Standards Authority (ASA), uma organização auto-reguladora da indústria da publicidade, sediada no Reino Unido,em colaboração com a Autridade de Concorrência de Mercado (ACM) decidiu criar um conjunto de regras mais rígidas relativamente ao conteúdo publicitado do em redes sociais,como o Instagram, sobretudo nas contas de celebridades e influencers.

Instagram

Foto: Pixabay

De acordo com a organização,é considerado publicidade quando uma marca paga ao influencer para este publicar o post, a vender produtos ou serviços, na sua conta, ou então quando o influencer publica um código de desconto para determinada marca. Desta forma, qualquer post que seja de facto um anúncio deve conter a #ad ou então expressões como “advertising” ou “advertisement”. Estas devem ser colocadas no título ou no início da publicação.

Porém, a ASA  desaconselha a utilização de hashtags como #spon ou #sp, e também de expressões como Sponsored Content e “Em associação com”, uma vez que considera que estas não são totalmente esclarecedoras de que o post contém publicidade.

George Lusty, diretor sénior Comité de Prática de Publicidade para a proteção do consumidor acrescenta que “Ninguém deve ser levado a pensar que um post no Twitter ou no Instagram é apenas a opinião da pessoa, quando na verdade não o é.”

LÊ TAMBÉM: T-SHIRTS BLOOM: A CAUSA SOLIDÁRIA QUE JUNTA 12 BLOGGERS PORTUGUESAS

Ellie Goulding, Rita Ora, Alexa Chung e Rosie Huntington-Whiteley são algumas das celebridades nomeadas pela ACM para mudar o modo como publicam no Instagram, ou em qualquer outra rede social.

Caso estas regras não sejam cumpridas, a ASA enviará um aviso e, em casos mais extremos, os influencers podem ser levados a tribunal, podendo ter de pagar multa ou então cumprir pena de prisão.