Esta terça-feira (22) foram anunciados os nomeados para a 91ª edição dos Oscars e eis que se fez história. Black Panther, da Marvel, foi nomeado para a categoria de Melhor Filme. Esta nomeação representa um ponto culminante nos filmes de super-heróis, já que é o primeiro na história a ser nomeado para a categoria principal da cerimónia.

Durante anos, os filmes de super-heróis chegavam aos Academy Awards apenas por categorias técnicas: Banda Sonora Original,  Edição de Som, Efeitos Visuais, Montagem ou mesmo Caracterização. Este ano, o filme de Ryan Coogler vem desfazer esse paradigma.

A mudança de cinco para 10 nomeados de melhor filme aconteceu depois de Batman: O Cavaleiro das Trevas ter sido dispensado em 2008. O objetivo era encontrar espaço para filmes populares merecedores de prémios. Quer seja pelo line up ou pelo reconhecimento dos produtores, realizadores e guionistas. Nestes termos, Batman qualificou-se, evidentemente, em 2009.

Apesar de ter ajudado a reconhecer filmes como Up (2009), Inception (2010) e Toy Story 3 (2010) o espaço, que se tornou demasiado amplo, deu lugar a mais do que o habitual. Filmes como  Harry Potter e os Talismãs da Morte Parte 2 (2011), Skyfall (2012), Star Wars: O Despertar da Força (2015), Inside Out (2015) e Mulher Maravilha (2017) foram postos de parte.

Neste contexto, em agosto de 2018, a Academia  anunciou que pretendia criar a categoria de Melhor Filme Popular. Esta seria destinada àquelas produções que não seguem “o estilo de Oscar” e que ficavam à margem apesar da grande popularidade. Contudo, a organização mudou de ideias pouco depois. A decisão ficou adiada por tempo indeterminado, tendo em conta a presença de candidatos como Bohemian Rhapsody, A Star Is Born e Black Panther.

O filme da Marvel tornou-se a terceira melhor bilheteira mundial de sempre, com 615 milhões de euros arrecadados só no mercado interno dos EUA. A nível mundial acumulou cerca de mil milhões. Esta nomeação faz dele o candidato mais bem sucedido de bilheteira, seguido de Avatar (2009) e Titanic (1997).

Apesar do sucesso de bilheteiras, também o sucesso crítico e mensagens de apoio serviram Black Panther para que este chegasse aos Oscars deste ano. Para além disso, o filme recebeu nomeações de associações de produtores e guionistas e ainda, uma recompensa do reconhecimento da indústria.

Lê também: ‘BLACK PANTHER’ E’ ROMA’ NOMEADOS A MELHOR DO ANO PELOS PRODUTORES DA AMÉRICA

A Marvel Studios está no auge do seu 10º aniversário e, depois da morte do criador Stan Lee, vê agora Black Panther a fazer história. O filme de Coogler também foi nomeado para Melhor Direção de Arte Guarda-roupa, Banda Sonora Original e Melhor Canção Original.