Fonte: Divulgação / Uma Pedra No Sapato

‘Terra Franca’ estreia em nove salas de cinema portuguesas

O multipremiado Terra Franca estreia esta quinta-feira (10 de janeiro) em nove salas de cinema portuguesas. A primeira longa-metragem de Leonor Teles retrata a vida dos pescadores do Rio Tejo e já foi premiada quatro vezes internacionalmente.

Lê também – TERRA FRANCA PREMIADO NO FESTIVAL CINÉMA DU RÉEL

O filme, produção de Uma Pedra no Sapato, estreou mundialmente em abril de 2018 no Festival Cinéma Du Réel, em Paris, onde foi distinguido com o Prémio SCAM Internacional, um dos mais conceituados prémios da sociedade francesa de autores. Em Portugal foi apresentado pela primeira vez no DocLisboa, tendo recebido o Prémio Escolas da Competição Portuguesa. Já no Porto/Post/Doc e no Caminhos do Cinema Português, recebeu os Prémios de Melhor Longa-Metragem de Ficção e D. Quijote do júri FICC.

O filme tem sido exibido em festivais de todo o mundo e recebido vários prémios, como o Prémio de Melhor Primeira Obra da Competição Internacional (Prémio de la Crítica Jovén) no Mar de la Plata (Argentina) e o Prix de La Ville d’Amiens no Festival International du Film d’Amiens (França).

Albertino Lobo / Fonte: Divulgação / Uma Pedra No Sapato

Terra Franca: distância e proximidade

A longa documental aborda a vida de Albertino Lobo, pescador do Rio Tejo natural de Vila Franca de Xira, de onde a realizadora também é originária. Em declarações à Magazine HD, Teles afirmou que “queria filmar algo sobre a [sua] terra mas não sabia muito bem o quê”. Foi numa viagem de barco com Albertino Lobo, antes do filme ser projeto, que Teles o idealizou como personagem. Para a realizadora, o mais importante da experiência foram “as pessoas e a relação que [estabeleceu] com elas, e elas [consigo].” Afirma ainda que Terra Franca é mais do que uma revisitação às suas origens – é antes uma história sobre pessoas e as relações entre as pessoas.

Em Terra Franca, Leonor Teles deixa de lado a introspeção acerca das suas origens patente nas suas curtas-metragens, Rhoma Acans Balada do Batráquio. Ambas são sobre a comunidade cigana, à qual o seu pai pertence.

Apesar de não retratar diretamente questões da sua identidade,  Terra Franca simboliza o aconchego das suas raízes ao ser rodado na sua terra natal. A proximidade de Teles com a família de Albertino Lobo ajudou a realizadora a sentir-se em casa.

Na sinopse do filme consta que “Terra Franca retrata a vida deste pescador, atravessando as quatro estações que renovam os ciclos da natureza e acompanham as contingências da vida de Albertino Lobo.”, um homem simultaneamente simples e enigmático.

Lê também – LEONOR TELES PARTICIPA NO 1.º ENCONTRO DE ESCRITA PARA CINEMA E TELEVISÃO EM PORTUGUÊS
Leonor Teles / Fonte: Divulgação / Uma Pedra No Sapato

O filme estreia hoje, dia 10 de janeiro de 2019,  e estará disponível nas seguintes salas de cinema portuguesas:

  • Lisboa: Cinema Ideal, Cinema NOS Amoreiras, Cinema City Alvalade
  • AlmadaCinema NOS Almada Fórum
  • Setúbal: Cinema City Alegro Setúbal
  • LeiriaCinema City Leiria
  • CoimbraCinema NOS Alma Shopping
  • Porto: Cinema Trindade, Cinema NOS Alameda Shop e Spot

 

Mais Artigos
Sara Pinto
12 anos depois, Sara Pinto sai da SIC para a TVI