A NBA e a Turner Sports anunciaram esta quarta-feira (9 de janeiro) uma parceria com o Twitter na Consumer Electronics Show em Las Vegas. Esta parceria dará a oportunidade aos espectadores de assistir a jogos da principal liga de basquetebol norte-americana nesta rede social.

Este acordo entre a Turner Sports — divisão responsável pelas transmissões desportivas em canais como o TNT— a NBA e o Twitter será vigente para 20 jogos da National Basquetball Association. Dará ainda ao espectador uma experiência mais imersiva do jogo, ao seguir a perspetiva de um jogador específico durante o jogo.

O comissário da NBA, Adam Silver, reagiu à parceria considerando a “comunidade da NBA no Twitter como uma das mais vibrantes ao nível do desporto e entretenimento“. Acrescentou ainda: “Enquanto vêem um jogo na TNT, os nossos fãs poderão aproveitar uma segunda experiência de ecrã única. Assim realçaremos a forma como os fãs se interligam entre si e com o jogo.”

Como funciona?

Para além de uma nova experiência, os fãs poderão ainda ser parte relevante na tomada de decisões da mesma. Como?

Os fãs da NBA irão votar no Twitter qual o jogo que querem seguir em cada jogo da época regular ou dos playoffs a ser transmitido. Aqui inclui-se o All Star Game de 2019, a ser jogado em fevereiro. Durante a segunda parte desses mesmos jogos, os fãs verão o jogo pela perspetiva do jogador escolhido.

De resto, estas transmissões irão estrear durante esse mesmo All Star Game no dia 17 de fevereiro deste ano. Mais tarde, serão anunciados os restantes jogos a serem transmitidos, tal como comentadores especiais.

David Levy, presidente da Turner Sports, também já reagiu a esta nova parceria: “Esta transmissão adicional no Twitter providenciará uma nova experiência que apoiará a cobertura da TNT“. Jack Dorsey, CEO do Twitter, também partilhou o seu contentamento com a parceria e por poder “melhorar ainda mais a app“.

Esta parceria toma dimensões enormes se tivermos em conta que desde que a NBA se juntou ao Twitter em 2009, adquiriu uma comunidade de 27 milhões e meio de seguidores.

Lê também: NBA TV vai voltar a estar disponível em Portugal