iceberg london fashion week homem
https://www.instagram.com/iceberg/

London Fashion Week Men’s: à altura de Paris ou Milão

Entre os dias 5 e 7 de janeiro, a Old Truman Brewery, em Londres, encheu-se de talento com desfiles e apresentações de alguns dos maiores criadores de moda de todo o mundo. E apesar do público escassear, as coleções apresentadas na London Fashion Week Men’s provaram estar à altura daquilo que se vê de melhor nas semanas da moda feminina em Paris ou Milão. Ou seja, isto só prova aquilo que já se sabia: que aqueles que desenham moda para homem merecem uma melhor plataforma – ao lado das mulheres.

Para a moda masculina no outono/inverno de 2019, a London Fashion Week Men’s revelou o que tem agendado no calendário e o resultado não desilude: mesmo mostrando peças clássicas e tradicionais no seu repertório, os designers que participaram no evento usaram e abusaram de roupas e modelos de género não-binário, deixando a fronteira entre vestuário masculino e feminino cada vez menos reconhecível e aproximando-se cada vez mais de uma moda sem género.

Dia 5, Sábado

Eden Loweth e Tom Barratt podem ser jovens, mas impressionaram na abertura do primeiro dia de desfiles. A dupla londrina que forma Art School, conhecida por fundir vestuário masculino e feminino, trouxe aquilo que muitos ambicionavam, mas que poucos esperavam: modelos de género não-binário a desfilar em criações atípicas. Saias para homem atravessaram não só esta coleção, mas também as de criadores como Charles Jeffrey, Pronounce e Iceberg.

Outras tendências que inauguraram as passerelas foram os casacos compridos em estilo puffer nas coleções de Qasimi e Iceberg e as peças em cabedal, agora considerado o material de eleição no combate ao frio, em marcas como John Lawrence Sullivan, Art School e Pronounce.

Quase num regresso nostálgico aos filmes de Harry Potter, também não faltaram os cachecóis longos, grossos e riscados em Bobby Abley e E Tautz. O desfile de Abley em homenagem aos Pokémon, onde Pikachu se tornou um ícone da alta costura, foi um dos momentos mais marcantes do dia.

Dia 6, Domingo

À hora do pequeno-almoço, os convidados deliciaram-se com chá, café e bolinhos ao som das passadas dos modelos de Kent & Curwen. A marca britânica, patrocinada pelo ex-futebolista David Beckham, brilhou no segundo dia do evento com propostas não seguras, mas inteligentes. Muito à inglesa, apostou em peças como lenços e camisolas aos losangos ou em tartã, riscados ou axedrezados. Tudo numa paleta de cores quentes, mas sóbrias. Armados para a chuva e para o frio, os modelos também abusaram dos casacos, ora em trench coats e blazers, ora em bombers e duffel coats.

E prova de que os designers tentaram ao máximo lutar contra as baixas temperaturas no Reino Unido são Christopher Raeburn, com um puffer que cobre até a cara do modelo, e Xander Zhou, com uma máscara em pelo.

O turco-cipriota Hussein Chalayan, por sua vez, numa ode à quebra de estereótipos de género, trouxe-nos modelos com lábios pintados a vermelho, tangerina, cereja e até amarelo néon.

Dia 7, Segunda-Feira

Ao terceiro dia, começaram a fechar-se as cortinas do espetáculo, mas os designers não cessaram de surpreender. O designer londrino Craig Green, que cai na categoria dos designers experimentais, usou plástico colorido para criar camisolas e capuzes (que mais parecem véus) a condizer.

Craig Green | AW19

A-Cold-Wall* continuou a onda subversiva desta edição, com modelos masculinos a levar todo o tipo de malas à mão, ao ombro ou a tiracolo.

A chinesa Feng Chen Wang foi outra das marcas a conferir alguma feminilidade à moda masculina, apresentando trench coats e casacos puffer numa paleta de cores suave e feminina, com rosas, verdes e azuis em tons pastel.

LÊ TAMBÉM: GOLDEN GLOBES 2019: OS DESTAQUES DA PRIMEIRA RED CARPET DO ANO

O evento de três dias terminou com uma festa de arromba, resultado da colaboração de Blanguage com Bianca Saunders, designer britânica que também apresentou a sua coleção no último dia do evento. David Beckham foi o anfitrião que recebeu os convidados do jantar de encerramento do evento.

Ao longo dos três dias, os convidados da semana da moda tiveram acesso a uma loja pop-up e a várias showrooms, onde puderam comprar as suas peças favoritas de cada coleção apresentada.

Mais Artigos
star wars empire strikes back
Dave Prowse morre aos 85 anos. O adeus ao eterno Darth Vader