Já estás a preparar a lista de livros a ler no próximo ano? Se sim, este artigo é para ti. Reunimos alguns dos lançamentos previstos para 2019, desde ficção e terror, a biografias e relatos. 

Diário 1927-1941, Virginia Woolf

Virginia Woolf é um nome incontornável na literatura britânica e 2019 traz-nos mais um dos seus Diários, desta vez datado entre 1927 e 1941. Foi neste período que Virginia pertenceu ao Grupo de Bloomsbury e escreveu algumas das suas mais reconhecidas obras, como Rumo ao Farol (1927), Orlando (1928) e Um Quarto que Seja Seu (1929). Vive nesta época alguns dos seus anos mais criativos deixando-nos, neste diário, algumas das suas reflexões mais íntimas e particulares sobre a vida e a humanidade.

Stranger Things

És fã de Stranger Things e livros? Se sim, o próximo ano traz-te o melhor dos dois mundos! Está prevista a publicação de pelo menos três livros baseados na série, graças a uma parceria entre a Netflix e a editora Penguin Random House. É também em 2019 que a história de Will ruma à terceira temporada da série.

Sangue e Fogo, A História dos Reis Targaryen (parte 2), George R. R. Martin

O autor de As Crónicas de Gelo e Fogo traz pela primeira vez aos seus leitores a história completa da dinastia Targaryen. A Casa Targaryen governa Westeros. Mas o rei e a rainha morreram e a luta pela posse do Trono de Ferro ameaça uma guerra. Quem é afinal o legítimo herdeiro do Dragão? Porque foi a Dança dos Dragões tão devastadora para os Sete Rios? Que impacto teve a Casa Stark nessa luta de poder? São exemplos de grandes questões a que George Martin dá resposta no seu mais recente livro.

Trocas Macabras e A Metade Sombria, Stephen King

É o nono autor mais traduzido do mundo e as suas histórias de terror e suspense já percorreram mais de quarenta países. O ano que vem brinda os seus fãs com uma série de livros dedicada às obras mais raras do autor publicadas em meados da década de 80 e esgotadas desde então. É ainda de referir que A Metade Sombria tinha sido publicada como A Metade Negra.

O Homem Mais Rico do Mundo – As muitas vidas de Calouste Gulbenkian, Jonathan Conlin

Era o homem mais rico do mundo à data do seu falecimento, em 1955, graças a negócios do petróleo e acordos mediados entre governos e barões do petróleo. Parte dessa riqueza foi canalizada para o mecenato, tendo-se tornado detentor da mais importante coleção de arte do país. Nos 150 anos do seu nascimento, Jonathan Cnlin escrutina o homem e empresário que foi C. Gulbenkian, escrevendo uma biografia a partir do acesso total ao arquivo da Fundação Calouste Gulbenkian.

O Cais das Incertezas, José Alberto Salgado

Depois de Uma História Quase Verdadeira, José Alberto Salgado recria em palavras a Lisboa de 1937. Apesar de estar repleta de espiões, a capital era também a possibilidade de fuga de Hitler para muitos judeus. Ali se encontram Berta e Elisa Kullman, duas refugiadas, que aguardam a chegada de Leo, pai e marido, e vendedor de diamantes. A Gestapo e a Polícia de Vigilância e Defesa do Estado (PVDE) procuram-nos incessantemente. Mas num clima de medo e desconfiança, surge um inesperado amor entre uma refugiada judia e um funcionário da PVDE. Será ele capaz de vencer o ódio?

Político Esfaqueado ou é Morto ou é Eleito, Judite Sousa

Em outubro de 2018, Judite de Sousa parte para o Brasil como enviada especial da TVI para fazer a cobertura da segunda volta de Jair Bolsonaro para as presidenciais. Quando regressa a Portugal, escreve sobre a realidade política do Brasil, analisando outras democracias similarmente em crise. Desde fake news a campanhas feitas através do Facebook, WhatsApp ou Twitter, são vários os fenómenos virais que ameaçam a democracia e enchem de incerteza a história contemporânea.

O Espalha-Factos deseja-te um feliz Ano Novo e uma excelentes leituras para 2019!

LÊ TAMBÉM: O NATAL AOS OLHOS DOS POETAS