Jason Momoa, o protagonista de Aquaman, admitiu, em entrevista ao site Square Mile, que mentiu para conseguir um papel em Baywatch: Marés Vivas. E, pelo caminho, surgiram fotografias da sua participação… onde é difícil encontrar semelhanças com a sua imagem atual. 

O ator fez parte do elenco durante 30 episódios, entre 1999 e 2001, no papel do jovem Jason Ioane. E, vendo as diferenças, é possível que mais barba e mais cabelo tenham contribuído para construir a imagem de um herói capaz de unir os sete mares.

Fotografia: FREMANTLE MEDIA/REX/SHUTTERSTOCK

Quanto às mentiras para conseguir o papel, confessou que ele e os agentes arranjaram uma forma de conseguir fazer batota para entrar, inventando coisas no currículo de Jason: “Eles criaram uma coisa para mim, do tipo Modelo do Ano no Havai“. Acrescentou: “Tirámos fotografias da minha cara e dissemos ‘Olhem que ele é o modelo do ano’. Inventámos isso, simplemente“.

A experiência falsa de modelo ainda se manteve durante algum tempo no CV. “Deixámos ficar isso ali. Quando eu acabei Baywatch, a única coisa que eu tinha era série, e tu tens de ter algo mais credível para acrescentar, então mantivemos isso”, admitiu.

Jason Momoa relatou um casting onde concorreu com mais 1300 candidatos e, quando foi questionado se tinha experiência, falou acerca da carreira (que não existia) “como modelo de marcas como Gucci e Louis Vuitton“.

Jason Momoa - foto de grupo

Jason Momoa é o primeiro à esquerda (Fotografia: Divulgação)

A estrela, que entrou em cinco temporadas de Stargate: Atlantis, acabou por despontar para a fama planetária no papel de Khal Drogo, em Game of Thrones. Aquaman, atualmente nos cinemas de todo o mundo, já ultrapassou os 400 milhões de euros em receitas de bilheteira.