Fausto é um espetáculo site-specific concebido pela mala voadora para a comemoração do 25.º aniversário do Centro Cultural de Belém (CCB). A estreia está marcada já para dia 5 de dezembro, quarta-feira, sendo que só poderá ser vista até dia 8, sábado. 

Diversas são as formas de celebrar o 25.º aniversário do CCB. A peça Fausto é, logo à partida, a mais ambiciosa. Sendo um aniversário tão importante (afinal falamos de um quarto de século!) é necessária uma celebração à altura. Por isso, a companhia de teatro mala voadora concebeu um espetáculo que promete ser «uma grande obra-prima, espantoso, monumental, avassalador».

Escrito por Jorge Andrade (co-fundador da mala voadora), este espetáculo trata da ambição artística, por vezes desmedida, com uma forte alusão à alegoria da «venda da alma ao diabo» como recurso para a concretização de grandes ambições.

Em comunicado enviado ao Espalha-Factos pode ler-se: «para financiar um trabalho que possa permitir-nos alcançar esse resultado, começamos por contar com a confiança do CCB. Ao fim de pouco tempo contudo, ela vai revelar-se insuficiente. Mas o CCB vai juntar-se a nós e, juntos, vamos levar a cabo uma eficaz operação de captação de financiamento estatal».

Em conjunto iniciam então uma operação de financiamento junto do Ministério da Cultura. Seguem-se vários outros: a Defesa, a Saúde, a Justiça… Porém, para a obtenção de todo este financiamento, são precisas contrapartidas… A RTP muda-se para o CCB. Os doentes sem espaço nos hospitais passam a figurantes na peça. Dá-se guarida aos militares. Enfim, uma verdadeira bomba mediática.

Pouco a pouco, todo o Orçamento de Estado é absorvido por este projeto artístico que se torna, assim, uma representação global do país.

Com Jorge Andrade a dirigir também toda a produção, esta peça conta com a presença de mais de 40 atores em palco, como Anabela Almeida, Mónica Garnel, Vítor d’Andrade, entre outros. Serão acompanhados pelo Coro Menor e pelo Grupo de Danças e Cantares Besclore.

Para não deixares de ver

Esta peça pode ser vista no Grande Auditório do CCB, em Lisboa, de 5 a 7 de dezembro, pelas 21h, ou no dia 8 pelas 16h. O preço dos bilhetes varia entre 20 e 23 euros, com possibilidade de 30% de desconto para portadores do cartão Amigos CCB.

LÊ TAMBÉM: O DEUS DA CARNIFICINA REGRESSA AOS PALCOS AINDA ESTE MÊS