A Criterion Collection está a lançar, oficialmente, a sua própria plataforma de streaming . De cariz independente, o serviço terá o nome The Criterion Channel. O lançamento do novo streaming está previsto para a primavera de 2019.

Depois de a WarnerMedia ter anunciado o fim da FilmStruck, o destino da Criterion tem sido um assunto importante para os mais apaixonados do cinema. A antiga plataforma de streaming fazia a transmissão exclusiva para a Criterion Collection, desde o seu lançamento, em 2016.

Em comunicado, a Criterion Collection garante que os fãs terão acesso aos filmes da distribuidora, mas também filmes da WarnerMedia. E ainda descreve a experiência como “rica e recuperada, que expandirá ainda mais a audiência para esses filmes clássicos e aclamados”. O Criterion Channel tem como objetivo continuar onde o FilmStruck parou. A programação temática, as retrospetivas de atores e os principais clássicos, “que são difíceis de encontrar em Hollywood”, vão continuar presentes.

O acordo entre a Criterion e a WarnerMedia estabeleceu que a empresa continuará a produzir a série Adventures in Moviegoing. Esta conta com a participação de Barry Jenkins, Guillermo del Toro, Bill Hader e Mira Nair. A programação da Criterion também vai dar continuidade às rubricas Observations in Film Art e Short +Feature.

Já se suspeitava que a FilmStruck poderia continuar numa versão diferente como parte do novo serviço de streaming da WarnerMedia. O aúncio da Criterion Channel veio confirmar isso mesmo. Martin Scorsese, Christopher Nolan, Guillermo del Toro, Sean Baker e Paul Thomas Anderson e outros realizadores enviaram cartas à Warner Bros, para que o serviço continuasse. Também uma petição online, com o mesmo objetivo, chegou às 50 000 assinaturas.

O novo serviço da Criterion Collection será a sua primeira plataforma de streaming individual. Antes do FilmStruck, o Hulu era a transmissão exclusiva para o Criterion.

A notícia original sobre o lançamento da Criterion Channel pode ser consultada aqui.