Um verdadeiro bom autor deixa sempre um legado que sobrevive ao passar do tempo. Como tal, mesmo os escritores de épocas mais longínquas encontram-se igualmente presentes hoje em dia, como por exemplo no Instagram.

Entra em qualquer biblioteca e os autores que assombraram ou encantaram as tuas aulas de literatura no secundário vão lá ter lugar marcado. Dos internacionais William Shakespeare, Ernest Hemingway, Miguel de Cervantes aos portugueses que conhecemos bem, Fernando Pessoa, Luís de Camões e José Saramago, só para citar uns poucos.

Quais destes autores não só sobrevivem ao passar do tempo, mas que ficam melhor com a idade, e vêem-se tão populares no século XXI como aquando da sua publicação? Muitos deles continuam a influenciar o mundo até através das redes sociais, nomeadamente no Instagram.

Desde as famosas tragédias e comédias de William Shakespeare, aos mundos fantásticos de J.R.R Tolkien e ao impacto de Edgar Allan Poe, os melhores romances, poemas e peças continuam a ter o poder de cativar os leitores por muito mais tempo além da morte do autor.

livro tablet

Foto: Pixabay

O que faz um autor Instagrammable?

No mundo contemporâneo, adoramos falar e partilhar interesses nas redes sociais, com sites como o Instagram a dar-nos a oportunidade de expormos… enfim, a nossa vida. E os livros não são uma exceção, hashtags como #bookaddict, #books e #bookstagram estão a dominar o Instagram e a deixar claro que ainda vivemos num mundo de apaixonados por livros.

Rebecca Armstrong, escritora na UK McGowan Transcriptions começou a criar o seu próprio estudo das redes sociais para poder responder à pergunta “O que faz um autor ‘Instagrammable’?” A análise de dados que identificava quais os autores e quais os clássicos literários que mais apelavam a um mundo moldado pelas redes sociais estende-se por 27 autores, onde Armstrong não só olhou para a popularidade do nome do autor, como também para as suas obras e os seus picos de popularidade. Juntou tudo isto numa infografia fascinante que podes ver aqui em baixo.

https://www.mcgowantranscriptions.co.uk/most-instagrammed-writers/

Como podes ver é William Shakespeare que merece ser chamado o autor “mais instagrammable”. Apenas o seu nome – com as hashtags #shakespeare e #williamshakespeare – reuniu dois milhões de acessos. A sua prolífica carreira não danifica a sua popularidade na rede social, mesmo que pelo menos 22 das suas obras se tenham tornado hashtags. #RomeoandJuliet é de longe o mais popular, contribuindo com cerca de 38% do milhão e meio de menções que Shakespeare detém.

No segundo lugar está J.R.R. Tolkien. Mesmo que o seu nome só se tenha tornado num hashtag pouco menos de um milhão de vezes, as suas obras – especialmente O Senhor dos Anéis e O Hobbit – mereceram mais de quatro milhões de menções. Sem qualquer surpresa, a popularidade de Tolkien aumenta sempre que surge uma nova adaptação cinematográfica dos seus livros.

Atrás vem Edgar Allan Poe, que sofre do destino oposto do de Tolkien: É o seu nome (#edgarallanpoe) que atrai toda a atenção do Instagram, em vez das suas obras. E todos os anos, quando chega o mês de outubro – quer pelo Halloween, quer pelo aniversário da sua morte misteriosa – a sua popularidade chega ao topo.

edgar allan poe

Edgar Allan Poe. Foto: Poetry Foundation

Maya Angelou morreu há apenas 4 anos. O seu nome (#MayaAngelou) reuniu perto de 600,000 menções, enquanto o seu trabalho apenas gerou pouco mais que 18,000 – sendo que a maioria, cerca de 12,000 se refere ao seu livro Sei Porque Canta o Pássaro na Gaiola.

A finalizar o Top 5 das estrelas literárias do Instagram está Jane Austen, cujo nome e obras – mais especificamente a sua obra Orgulho e Preconceito – conquistaram 500,000 menções em hashtags.

O poder interminável da literatura é a grande lição a retirar deste estudo.

Os autores referidos criaram obras que ainda chegam a um número infindável de leitores. São obras que sobreviveram a guerras, a desastres naturais e à ameaça da Internet. E até hoje, quando agarramos nos nossos smartphones, há uma centelha de inspiração que nos leva a citar Romeu e Julieta num post no Instagram.