Os planos para uma segunda temporada de Bodyguard já estão em cima da mesa e Richard Madden, o protagonista, está interessado em ouvi-los. 

O ator assumiu a probabilidade de uma nova leva de episódios e admitiu à Deadline que vai encontrar-se com Jed Mercurio, o criador da série, “para ver o que é que ele tem em mente” para esta continuação.

Madden confessou a curiosidade com “o que é que pode acontecer a seguir ao David [Budd, personagem principal do enredo]“. “Ele teve ali uns meses muito complicados. (…) andou em Londres com um colete de explosivos vestido. Toda a gente sabe quem ele é agora. Não pode voltar, normalmente, ao trabalho na polícia. Como será a vida dele depois disso?“, explicou.

Ainda é incerto qual o rumo que a BBC e Jed Mercurio darão ao enredo a partir de agora e como é que Budd pode voltar ao trabalho como guarda-costas depois de a sua cara estar por todo o lado nos noticiários.

No entanto, e apesar de mostrar interesse num regresso, Richard Madden afirma que não teria problemas em ver Bodyguard como uma série de uma única temporada. “Talvez nos estejamos a afastar  do cenário ‘Oh, é bom, vamos fazer nove temporadas disto’“, gracejou.

British Security Story? Madden gostava de uma série antológica

O protagonista da produção britânica quis contribuir com ideias e diz que uma das soluções pode passar por uma série antológica “ao estilo de American Horror Story, onde, na segunda temporada, é uma encarnação completamente diferente“, onde ele é um membro da realeza e Keeley Hawes está na sua equipa de segurança, “e podíamos buscar todos os atores, para fazer coisas diferentes“.

Mas quem sabe o que está na cabeça do Jed? Eu estou muito interessado em saber“. Richard Madden e milhões de espectadores em todo o mundo. A primeira temporada de Bodyguard foi distribuída internacionalmente pela Netflix na última semana, depois de ser a série mais vista da última década na BBC. O último episódio conquistou a atenção de 17 milhões de espectadores no Reino Unido.