Chilling Adventures of Sabrina estreia esta sexta-feira (26) na Netflix. A plataforma de streaming oferece 10 episódios que adaptam uma banda desenhada popular da Archie Comics.

Espalha-Factos teve acesso antecipado aos primeiros oito episódios. Lê e descobre se vale a pena passares o teu fim-de-semana no mundo de Sabrina Spellman.

Chilling Adventures Of Sabrina

Chilling Adventures of Sabrina (Fotografia: Netflix)

Um ambiente novo, mas familiar

Para os mais desatentos, a série foi inicialmente pensada como um spin-off de Riverdale, pela The CW. Acabou por mudar-se para a Netflix e, apesar de não haver ligações diretas, conseguimos acreditar que faz tudo parte do mesmo mundo.

Sabrina é meia-humana, meio-bruxa e o seu grande desafio é tentar viver nos dois mundos. Tanto a convivência que ela tem com as suas tias e as bruxas que vivem em Greendale, como as interações com os seus amigos adolescentes, têm marcas de Riverdale, a cidade vizinha, no diálogo e no tom.

Lê também: APPLE PLANEIA JUNTAR-SE AO GRUPO DOS ‘GIGANTES DE STREAMING’ EM 2019

Nesse sentido, Chilling Adventures of Sabrina é uma série que é capaz de ter momentos divertidos e, de seguida, mostrar algo macabro. A grande arma do programa são os elementos sobrenaturais, pois entre bruxas, demónios e criaturas menos cliché, não há um episódio que não tenha pelo menos um momento de horror que fique com o espectador.

Existe um forte culto a Satanás dentro da sociedade das bruxas, o que não só torna a mitologia do mundo de Sabrina mais rica, como também facilita a aparição de imagens perturbadoras e arrepiantes ao longo da série.

Chilling Adventures Of Sabrina

Chilling Adventures Of Sabrina (Fotografia: Netflix)

Ninguém compromete e ninguém deslumbra

O elenco de Chilling Adventures Of Sabrina é sólido e recheado de talento. Porém, nenhum dos seus elementos se destaca, nem pela positiva nem pela negativa. Todos os atores sabem em que tipo de série estão e, por isso, divertem-se a interpretar as suas respetivas personagens. Só não se deve esperar nada digno de um galardão. Mesmo assim, se fosse necessário destacar alguém, teriam de ser Kiernan Shipka (Sabrina) e Michelle Gomez (Mary Wardell).

A escrita não exige demasiado dos atores, tendo uma fórmula estruturada, repetitiva, mas segura e que acaba por resultar bem. Todos os episódios têm um acontecimento sobrenatural isolado que obriga Sabrina a crescer como pessoa e a evoluir a sua sabedoria no mundo da bruxaria. Ao mesmo tempo, a narrativa principal da temporada tem ligeiros desenvolvimentos no fim de cada aventura.

Lê também: LEGACIES: SABE TUDO SOBRE O NOVO SPIN-OFF DE ‘THE VAMPIRE DIARIES’ E ‘THE ORIGINALS

Tendo isso em conta, o fio condutor de toda a temporada é bem executado e contém reviravoltas interessantes e satisfatórias. De uma forma ou outra, as personagens crescem e o mistério sobre os pais de Sabrina agarra o espetador. Apesar disso, os episódios não se livram de alguma leveza, típica das séries teenager.

Chilling Adventures Of Sabrina

Chilling Adventures Of Sabrina (Fotografia: Netflix)

Futuro com potencial

A primeira temporada de Chilling Adventures of Sabrina é consistente e oferece uma boa dose de momentos arrepiantes e, simultaneamente, divertidos. É mais uma boa aposta para constituir o arsenal da Netflix.

Os conceitos sobrenaturais e as aventuras que se sucedem devido a eles será o que manterá as pessoas entretidas. Os atores fazem todos um bom trabalho, mesmo que a escrita às vezes possa cair no cliché.

Lê também: DAREDEVIL: BACK IN BLACK NA TERCEIRA TEMPORADA

A história segue com uma estrutura repetitiva, mas compensa quem permanece atento. O seu desenvolvimento faz querer que há potencial para se tornar melhor, com mais temporadas e tempo para expandir o mundo de Sabrina.

A série não oferece nada de novo e, certamente, que não está ao nível das grandes produções televisivas. No entanto, é uma experiência divertida e uma forma ideal de aliviar a tensão depois de uma semana de trabalho. Às vezes, é só isso que precisamos.