Sim, é mesmo verdade. Matt Berninger, dos The National, junta-se a Kurt Vile num álbum de sensibilização para as “midterm elections”. Songs for Swing Left é o nome do disco e pretende reunir vários nomes da música contemporânea para apelar ao voto. O paradigma político atual nos Estados Unidos tem reforçado a importância destas eleições para os Democratas.

No disco participam também Rodrigo Amarante, Tony Bennett e Warpaint, entre outros. A diversidade sonora denota que, nestes casos, o género musical não impede a reunião de artistas tão distintos. No início de cada faixa, os músicos debitam uma mensagem relacionada com o ato eleitoral e respetiva importância. Este é o grande objectivo do disco além de dar a conhecer música nova.

Afinal, estas eleições servem para quê?

Uma “midterm election”, nos Estados Unidos, marca metade de um mandato presidencial. Todos os 435 membros da Câmara dos Representantes são eleitos a cada dois anos e um terço do Senado vai a votos também. Cinquenta e uma “cadeiras” são necessárias para haver controlo do Senado e 218 são necessárias para a Câmara.

Como afirma uma publicação oficial do projeto, “se os democratas reconquistarem 23 distritos na Câmara dos Representantes este ano, assumiremos o controlo da Câmara e poderemos restringir a agenda de Trump. É por isso que centenas de milhares de voluntários já se inscreveram para entrar em ação nas midterms de 2018 com o Swing Left.”

O álbum já se encontra disponível em streaming no Bandcamp:

Embora as eleições tenham lugar nos Estados Unidos, é possível contribuir com doações para o movimento. Além disso, é possível conhecer melhor a sua campanha e objetivos através do site oficial.