De acordo com um relatório da The Informationa Apple lançará um projeto streaming de televisão, em 2019. O serviço, semelhante ao Amazon Prime Video e à Netflix, chegará primeiro aos EUA, no primeiro semestre do ano, e a outros 100 países, nos meses seguintes.

O serviço oficial de streaming da Apple poderá existir como aplicação independente ou dentro de uma aplicação de TV. Será gratuito para os proprietários de dispositivos iOS e permitirá aos utilizadores a assinatura de pacotes de canais de rede e cabo, ou seja, combinará programação original com acesso a serviços de terceiros.

Com desejo de competir e dinheiro disponível, a Apple já reservou mil milhões de euros para investir em conteúdo original e assinou acordos com nomes conhecidos da indústria, como Oprah Winfrey e Steven Spielberg.

LÊ TAMBÉM: Steve Carell será protagonista na nova série da Apple

Segundo o Wall Street Journal, os conteúdos da plataforma serão voltados completamente para o setor familiar, excluindo a violência e o sexo.

A multinacional não conseguiu acompanhar o mercado de streaming e tornar o novo serviço atrativo será um processo demorado. A concorrência está fortemente estabelecida e a construção de uma imagem de produção de alta qualidade necessita de tempo. Além disso, a Apple não está disposta a que o serviço exista fora do seu hardware, tal como acontece com a Amazon e a Netflix (existem como aplicativos móveis). Assim, o seu alcance será limitado.

Ainda não há data de lançamento definida, mas sabe-se que o serviço terá pelo menos mais de uma dúzia de séries que já estão em desenvolvimento e que em princípio a assinatura será mais barata que a da Netflix.