O Halloween está aí à porta, e nada o invoca melhor do que as sugestões de leitura que o Espalha-Factos te traz neste artigo. Desde os clássicos aos mais recentemente aclamados livros de terror e suspense, há livros para todos os gostos de modo a que cada um possa entrar no espírito da época.

Os clássicos

O Corvo de Edgar Allan Poe

Fonte: Goodreads

Como falar de Halloween e histórias assustadoras sem mencionar Edgar Allan Poe? Impossível. Todo o seu trabalho valeria a pena a leitura, mas devido à sua importância cultural, O Corvo é inevitável. Tanto clássico da literatura americana, como da poesia, como do género de terror, neste poema um corvo visita o narrador enquanto este lê livros de um “saber esquecido”. De difícil tradução, vale sempre a pena tentar também ler na língua original.

Contos de H.P. Lovecraft

Fonte: Goodreads

Os contos de H.P. Lovecraft são, assim como o trabalho de Edgar A. Poe, a fundação para o género de terror, particularmente neste caso o terror baseado no fantástico, seguindo uma via literária iniciada por Mary Shelley com Frankenstein. As suas histórias, cheias de suspense, são preenchidas de criaturas fantásticas, misteriosas e assustadoras num mundo maléfico e profundamente detalhado.

Drácula de Bram Stoker

Fonte: Goodreads

Talvez tão referenciado como Frankenstein, mas talvez menos lido, esta é a verdadeira origem da figura do vampiro na cultura popular. Apesar das várias adaptações que já teve ao cinema, vale sempre a pena ler o texto original e conhecer o texto que inspirou todo um subgénero literário e cinematográfico. Mas mais do que um espectro maléfico e noturno que suga a vida dos vivos, Drácula é a expressão do medo de uma época socialmente conturbada no final do século XIX, onde um ser amaldiçoado reflete o lado negro e os desejos mais escondidos que atormentam a humanidade.

Os grandes nomes do terror e do fantástico

The Shining de Stephen King

Fonte: Goodreads

Famosamente adaptado para o grande ecrã por Stanley Kubrick, The Shining é apenas um dos vários livros do senhor do terror contemporâneo. Deste que foi um dos seus primeiros sucessos, passando por It e Carrie, Stephen King tem uma obra que o tornou o nome inevitável quando se fala em livros de terror.

O Exorcista de William Peter Blatty

Fonte: Goodreads

Mais de quarenta anos depois da sua publicação, O Exorcista é considerada uma das mais influentes obras do século XX para a cultura popular, e uma obra-prima do género de terror.

Nesta história, uma mãe procura desesperadamente ajuda para a sua filha de 11 anos, Reagan, que acredita estar possuída por um demónio. A sua única salvação parece ser Damien Karras, um padre católico e professor universitário, que aceita tentar salvar Reagan ao mesmo tempo que lida com uma perda de fé que o afecta desde a morte da mãe. Para além de uma obra fulcral para o mundo do horror, esta é uma história que revolta leitores devido à corrupção de uma alma inocente como a de uma criança de 11 anos.

A Maldição de Hill House e Sempre Vivemos no Castelo de Shirley Jackson

Recentemente adaptado pela Netflix numa mini-série de grande sucesso, The Haunting of Hill House surge em todas as listas como um dos livros mais assustadores de sempre. Se gostou da adaptação da Netflix, o nosso conselho é ficar a conhecer mais da obra da senhora do suspense americano, Shirley Jackson, com o clássico Sempre Vivemos no Castelo, a sua obra-prima. Nesta, Jackson consegue tornar real um mundo inverosímil, trazendo a loucura e o mal para o mundo comum com a história de Mary Katherine (Merricat) Blackwood. Mary é uma rapariga de 18 anos que vive com a sua irmã, Constance, e o seu tio Julian na casa da família. Todo o resto da família faleceu num envenenamento com arsénico, e desde então os três habitantes vivem em isolamento, até um dia Charles, um primo, os ir visitar.

A Semente do Diabo (Rosemary’s Baby) de Ira Levin

Fonte: Goodreads

Outro marco da cultura popular, famosamente adaptado ao cinema em 1968 por Roman Polanski, A Semente do Diabo, como outros clássicos do género, consegue com sucesso confundir as linhas que separam a realidade e o supernatural. A obra consegue agarrar o leitor até ao final da história, na qual as personagens principais, Rosemary e Guy Woodhouse, se mudam para um apartamento em Nova Iorque, atraindo a atenção de um casal vizinho idoso e de um grupo estranho de amigos.

Futuros clássicos do horror

House of Leaves de Mark Z. Danielewski

Fonte: Goodreads

Com uma classificação surpreendentemente alta no Goodreads, House of Leaves é certamente um futuro clássico do género, que têm já uma legião de fãs online. Intimidante em tamanho, e confusa em estrutura, esta aterrorizante história é mais facilmente explicável por esta frase: Uma jovem família muda-se para um pequena casa onde descobrem que algo de errado se passa com a casa, que parece ser maior no interior do que no exterior. Ainda não há uma tradução em português, pelo que terás de te aventurar no original em inglês.

Bird Box de Josh Malerman

Fonte: Goodreads

O mais recente livro desta lista, publicado em 2014, e com uma adaptação ao cinema prevista para o final de 2018, é a aterrorizante história de Malorie e dos seus dois filhos, contada entre passado e presente, num cenário pós-apocalíptico.

Estes são três dos poucos sobreviventes de um fenómeno que dura há cinco anos, em que basta vislumbrar algo, ninguém sabe o quê, para ser levado a uma violência louca que matou quase toda a humanidade. Agora, de olhos vendados num barco e dependendo apenas da audição aguçada das crianças, Malorie precisa de levar todos até onde estarão a salvo. Mas, durante todo o percurso, algo os persegue. Também sem edição em língua portuguesa até ao momento, a opção será ler na versão original inglesa ou procurar a edição brasileira, da Intrínseca, que editou a obra com o título de Caixa de Pássaros.

Heart-Shaped Box de Joe Hill

Fonte: Goodreads

Autor no seu próprio direito, e já com vários livros publicados, Joe Hill é o filho de Stephen King, o segundo numa família de mestres do suspense e terror. Vários dos seus livros parecem ser apreciados pelos fãs do género, como Cornos (Horns) e NOS4A2 (editado no Brasil como Nosferatu).

Heart-Shaped Box foi o seu romance de estreia, que conta a história de Judas Coyne, uma estrela de rock de 54 anos obcecada com o macabro que compra um fantasma num leilão online para juntar à sua coleção, contido numa caixa negra em forma de coração. Mas o espírito nessa caixa é Craddock McDermott, o pai de uma fã de Coyne que, usada por este, cometeu suicídio. E McDermott está determinado em matar Coyne e todos a ele associados, lançando-se numa missão para o levar à loucura. Também sem edição em português, este livro pode ser encontrado na sua versão original ou na versão brasileira intitulada de A Estrada da Noite.

Lê também: 8 LIVROS PARA CELEBRAR O CENTENÁRIO DO FIM DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL