No dia 2 de fevereiro de 2019, o Victoria and Albert Museum, construído em homenagem à Rainha Vitória de Inglaterra e ao Rei Alberto, que se dedica situado em Londres, vai abrir a suas portas à exposição Christian Dior: Designer of Dreams.

Esta irá ser a segunda grande coleção de moda exposta no museu, uma vez que em 2015 estreou-se com a exposição Alexander McQueen: Savage Beauty, dedicada à vida e obra do designer Alexander McQueen, que faleceu em 2010.

Baseada na antiga exposição Christian Dior: Couturier du Rêve, que esteve em exibição em Paris desde julho de 2017 até janeiro deste ano, esta nova exposição está dividida em 11 secções que traçam a história e o impacto de Dior na moda do século XX, e relata ainda o trabalho dos seis outros diretores artísticos que lhe sucederam.

No entanto, para a exposição londrina, os curadores responsáveis decidiram adicionar uma secção que explora o fascínio do estilista pela cultura britânica, que inclui as irreverentes casas de campo, que muitas vezes serviram de palco para os desfiles de Dior, e também o icónico vestido branco utilizado pela Princesa Margarida (irmã da Rainha Elizabeth) no seu 21º aniversário.

Fotografia: Victoria and Albert Museum

De entre as peças expostas, destaca-se o irreverente Bar Suit (fotografia abaixo), uma das peças lançadas em 1947, que marcou o mundo da moda no pós-guerra.

“Em 1947, Christian Dior mudou a essência da moda com a apresentação do New Look, que redefiniu a silhueta feminina e revigorou a indústria de moda parisiense no pós-guerra. A influência do design de Christian Dior ajudou a definir uma era”, afirma Oriole Cullen, um dos curadores da exposição.

Fotografia: Victoria and Albert Museum

Para além das peças que iniciaram a carreira de sucesso de Dior, na exposição é possível encontrar peças mais recentes, que também marcaram a marca, como é o caso do vestido dourado utilizado pela atriz Charlize Theron para a campanha promocional do perfume J’adore, em 2008.

Fotografia: Victoria and Albert Museum

No total, a exposição apresenta conta com cerca de 500 objetos da Casa Dior, sendo que 200 deles são peças raras de alta costura, e também acessórios e objetos pessoais de Christian Dior.

De acordo com Tristam Hunt, diretor do museu, esta exposição “irá ser um dos momentos decisivo da indústria da moda, no museu.”

LÊ TAMBÉM: FENTY BEAUTY CELEBRA ÉPOCA FESTIVA COM NOVA COLEÇÃO

A exposição estará aberta ao público desde do dia 2 de Fevereiro até dia 14 de Julho de 2019, Victoria & Albert Museum’s Sainsbury Gallery. O preço de entrada são 20 libras por pessoa, e todas as concessões ficaram a 15 libras.