Numa recente entrevista, o cantor canadiano anunciou o fim da carreira para se dedicar à família. Michael Bublé irá também abandonar as redes sociais.

O músico, compositor e cantor revelou, numa entrevista ao jornal briântico Daily Mail, que vai terminar a sua carreira artística. Michael Bublé irá ajudar o seu filho Noah, que, desde os três anos de idade, luta com um cancro no fígado.

O artista confessa que este acontecimento fez, por completo, mudar a sua visão perante a vida. “Tu apenas queres morrer. Eu não sei sequer como respirava. A minha mulher estava na mesma e ainda assim eu era o mais forte de nós dois”, salienta.

Noah é o filho mais velho e é fruto da relação com a atriz argentina Luisana Lopilato. Agora tem cinco anos e dois irmãos.

No seguimento deste anúncio, Michael Bublé prepara-se então para lançar, alegadamente, o último disco. Intitulado Love, o cantor afirma que fez o “álbum perfeito”, com o objetivo de sair de cena “no auge”. Sublinha também que quer sair dos holofotes da fama.

“Já não tenho estômago para isso, para esse narcisismo de celebridade. Esta é minha última entrevista. Estou a reformar-me”

Para além da carreira musical, o cantor vai deixar de usar as redes sociais.

Os números da carreira de Michael Bublé

Com 43 anos, Michael Bublé começou a cantar profissionalmente em 1996 e lançou, desde então, nove discos. Love será o décimo álbum e tem edição prevista para novembro. Com mais de 20 anos de carreira, o cantor conquistou 18 prémios, sendo quatro deles Emmy.

No total, estima-se que Michael Bublé tenha vendido mais de 75 milhões de discos a nível mundial.

Em Portugal, o cantor deu quatro concertos na Altice Arena, sendo que o último foi em 2014.